Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

lua

Como a Lua

COMO A LUA

Tantas vezes como a Lua
Ora soberana, na escuridão do céu
Cheia, brilhante, encanto dos amantes
Sabedora de si, de seu papel

Tantas vezes como a Lua
Solitária,  isolada, perdida no céu
Invisível, em eclipse, da luz escondida
Em si não se encontra, cansada, sofrida

Tantas vezes como a Lua
Crescente, bela, sentindo-se parte
Entre astros e estrelas, renascimento
Infinitamente, a rainha do firmamento

Tantas vezes como a Lua
Encanto, loucas fases, passageiras
Mistério, beleza, nua e crua, da paz mensageira 
Seguindo, amada, amante, da vida parceira

Alda M S Santos

Banhos de Lua

BANHOS DE LUA

Lua: símbolo dos amantes, símbolo dos namorados

Inspiração de todo apaixonado

Lá do alto a tudo observar, tudo iluminar

Em cada coração planta o desejo de amar

Lua: tema de lendas, de oferendas

Fases que interferem em nós, doces contendas

É a força da vida, tem poder de remover problemas

Seu encanto quebra do coração as algemas

Lua: embriagante, hipnotizante

Objetiva enfeitiçar, banhar os amantes

Mas no amor somos aprendizes, infantes

Lua: por ela somos levados

Não nos importamos, vamos calados

Sabemos que do amor seremos aliados

Alda M S Santos

Banhos

BANHOS

Se existe algo bom é poder banhar

Banho de sol, lua, cachoeira ou mar

Não há pressa, melhor ir bem devagar

Banho de sol bronzeia, amolece

Banho de lua acalma, aquece

Banho de mar é forte, amortece

Banho de cachoeira é intenso, instigante

Água fria, desperta, é estimulante

Para o amor é parceria constante

Lua, sol, mar ou cachoeira

Leve contigo uma alma bem faceira

Seja feliz, aproveite a brincadeira

Lua, sol, mar ou cachoeira

Banhe-se, apaixone-se, não dê bobeira

É amor de verdade, para a vida inteira…

Alda M S Santos

Lua e Sol

LUA E SOL

Vi tanto o Sol esses dias

Ele tanto iluminou e aqueceu

Mas a Lua não apareceu…

Não deu o ar de sua graça

Não foi vista no céu, no horizonte

Nem pelos namorados na praça, aos montes

Mesmo assim ela agiu todo o tempo

Nós a sentimos na maré, na velocidade dos ventos

Interferindo ativamente nas pessoas, nos sentimentos

Tanto tomei banho de Sol

Mas senti falta do banho de Lua

Estava numa fase de repouso, recolhimento

Nome tão sugestivo: Lua Nova

Será que sai da fase escura rejuvenescida

Mudada, mais forte, reabastecida?

Somos assim, pessoas de várias fases

Talvez menos certos de cada uma na consciência

Mas sabedores de sua importância e influência

Quero da Lua Nova a reflexão e inovação

E da Lua Cheia a magia, euforia, animação

Mas da Lua em qualquer fase quero lenda, amor e paixão

Alda M S Santos

Eclipses

ECLIPSES

Os eclipses encantam tanto do lado de lá

Que paramos sempre para observar

Lua entre Terra e Sol

Luz e sombra a nos fascinar

A olho nu ficamos do lado de cá

Ou nos telescópios a admirar…

Tantos eclipses acontecem em nós

Do lado de dentro, do lado de cá

Quando algo tapa nosso sol

Tudo escurece, vira breu

Mergulhados ali ficamos, tontos

Aguardando a vida girar

E devolver tudo para seu devido lugar

Para a gente de novo se aprumar…

Pós eclipse a vista arde

Pupilas dilatadas pela escuridão

Demoramos a recuperar a visão

Mas sabemos que nunca é tarde

Coração acelerado pela ansiedade

Aguarda a luz nos trazer de volta à realidade…

Alda M S Santos

Um banho de Lua

UM BANHO DE LUA

Fechei os olhos na quente e escura noite

Natureza rica, água refrescante

Apenas sentindo o brilho da Lua

Banhar meu corpo provocante

Em suaves versos ela me envolve

Busca encantar-me com sua poesia

Leva-me para outra galáxia

Num mundo mágico de quase heresia

Já ali entregue, quase rendida

Nessa doce troca, sem medida

Sou puro amor, por ela absorvida

Já não quero mais nada desse mundo

Já nada mais preciso dessa vida…

Alda M S Santos

A Lua mudou

A LUA MUDOU

A coluna dói mais quando a Lua muda de fase

Se o tempo esfria, aquela dor crônica nas articulações piora

Se o joelho incomoda já sabe que vem chuva

A Lua Cheia inspira os amantes

A maré baixa causa indisposição

A natureza dando sinais no corpo

Ou o corpo buscando justificativa para suas alegrias e mazelas?

Chuva, dias nublados, Sol, Lua, estrelas

Belezas, dores e amores inspiram poetas

Ou sua inspiração que faz com que vejam tudo isso

Onde ninguém mais vê?

Transformam em poemas o que veem lá fora

Ou o lá fora apenas ativa, atiça o que já têm cá dentro?

O joelho dói porque vai chover

Ou vai chover porque o joelho doeu?

Qual a mudança na Lua lá em cima

Que sensibiliza poetas cá embaixo?

Que marés são capazes de virar nossos ventos internos?

Ou será que a sensibilidade está bem mais perto daqui

E a Lua é apenas a Lua, o mar apenas o mar,

O amor apenas mais uma dor?…

A Lua mudou…

Alda M S Santos

Fases e faces

FASES E FACES
Fases, faces, brilho e sombra
Prerrogativas da Lua, das pessoas
Minguante, minguando, definhando em C invertido
Um ser recolhido perdendo luz, abraçando sombras, até ser Nova
Sombra total, escuridão, brilho oculto na outra face
Aquela escondida de todos, preservada, um ser em tempo de esperas
Sol, Lua, céu, pessoas…
Fases: construção do novo, maré, podas, plantação
Crescente, crescendo expectativas, alimentando esperancas, recebendo luz até ser Cheia, redondamente linda
Cheia de si, de brilho e orgulho, transparência
Sol, Lua, céu, pessoas…
Fases… dos seres vivos, dos amantes
Toda sombra esconde um brilho
Todo brilho esconde uma sombra
Fases, faces, brilho e sombra
Prerrogativa da Lua, das pessoas
Minguando, se escondendo, crescendo, aparecendo
Enquanto houver céu e sol
Dentro e fora de nós…

Alda M S Santos

A lua de sangue

A LUA DE SANGUE

Em alto mar, numa escuna que travou do nada

O condutor disse que ficaríamos ali para ver a lua vermelha

Mar estava agitado, turbulento

Parecia querer atrair a atenção de volta para si

E teve, quando ficamos sem saber quanto tempo demoraríamos naquele entrevero

Comentários tensos ou bem humorados em vários idiomas

E o céu, lindo nas cores do pôr do sol, não nos dava visão da lua

Escondida atrás das matas altas da ilha

Desistimos de procurar por ela que não queria ser vista

E observamos o que se mostrava para nós no momento

Mar, céu, sol poente, e o balançar das ondas no casco da escuna

Que logo voltou a funcionar e nos trouxe para nossa realidade

Vermelha, azul, verde, amarela, multicor ou cinzenta…

Aquela que preferirmos focar…

Alda M S Santos

Correndo com a Lua

CORRENDO COM A LUA
Saudade de correr atrás da Lua, ela lá, eu cá,
Rua acima, rua abaixo, virar a esquina, voltar
Numa disputa para ver quem é o vencedor.
E ela sempre à frente…
Um bando de crianças sorridentes!
Energia pura, suadas e livres,
Livres de preocupações e ansiedades.
Objetivo único: aproveitar antes de a mãe as chamar para dentro.
Esse desejo deveria tornar-se uma constante, um mantra,
Aproveitar antes de sermos chamados para casa.
Alda M S Santos

Anoitecer

ANOITECER
Noite: chuvosa ou estrelada,
Lua cheia ou Nova
De brisa suave ou calor escaldante.
Escuridão que pode ser bênção.
Pra dormir, pra descansar corpo e mente.
Pra pensar, analisar, avaliar, planejar…
Pra sonhar, pra amar…
Agradecer!
Não é por acaso que ela é iluminada pelas estrelas e pela Lua.
Deus nos mostra o quanto a vida é cíclica…
Do quanto cada fase pode ser importante.
Se delas soubermos tirar proveito.
Por mais bela ou difícil,
Que tenha sido a noite.
A alvorada chega pra todos, pra recomeçarmos.
Sempre!
Alda M S Santos
Boa noite!!!!

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: