Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

intuição

Intuição

INTUIÇÃO

Mulher sempre sabe, sente, pressente
A intuição sempre é um alerta presente
Pode não ter dela a consciência total
Mas ela indica o caminho a seguir, o ideal

Chamem de sexto sentido, sensor anti- perigo
Uma proteção a mais contra o inimigo
Sente quando é amada, querida, desejada
Também onde não é bem vista, é invejada

Intuição indica quando manter um bem querer
Sugere afastamento de um provável sofrer
Chega como brisa suave sem muito mover

Sábia é a mulher que a tem como aliada
Procura ouvi-la, não deixá-la ignorada
A intuição é nossa alma anjo, alada, amada

Alda M S Santos

Sexto sentido

SEXTO SENTIDO

Além dos cinco sentidos tão conhecidos
Visão, audição, olfato, paladar, tato
Todos temos um sexto sentido
Uns dão atenção, outros não, é fato

É aquela intuição, que num momento paralisa
Que interpreta uma expressão, analisa
Que em segundos capta a atração, o amor
É também capaz de prevenir, afastar uma dor

A intuição é o sexto sentido que nos diferencia
Nos faz confiar um no outro, o olhar sentencia
Que nos faz agir por emoção, sentir a sintonia

A intuição nos faz selecionar uns entre bilhões
Nos faz amar, encantar, abraçar, nos atrair
Faz confiar, nos entregar, sem medo do porvir

Alda M S Santos
Tarde de poesias: sexto sentido

Seu olhar é triste

SEU OLHAR É TRISTE

Numa homenagem às mulheres num lar para idosos,

Ao colocar a faixa de Miss Guerreira numa senhora, abraçá-la e beijar suas faces, ela segurou minhas mãos, carinhosamente, e me olhou nos olhos. Sentei-me ao seu lado.

Ela era muito linda e bem arrumada. Sorriso doce e cativante.

– Você é linda, brinca e parece feliz!- apertou minhas mãos.

-Obrigada!-respondi encabulada.

– Parece uma anja. Mas tem o olhar triste! 

-É? Mas não sou triste!- sorri meu sorriso de palhacinha.

– É preciso ser observadora para perceber. Há uma sombra triste no seu olhar. Falta-lhe algo!

Fiquei embaraçada ao ser analisada assim.

– Talvez! -respondi para não deixá-la sem graça. Ela completou:

– Não se preocupe! Poucos notariam. E ninguém tem tudo mesmo! 

Fiz mais uns carinhos nela, conversamos e fui cantar mais umas músicas.

Ela estava sempre me observando como alguém a dizer:

– Não se preocupe! Só eu notei.

Fiquei a me perguntar se já havia ouvido isso de alguém algum dia.

Será que tenho mesmo essa sombra sinalizadora de falta? 

Cada dia aprendo mais com esses idosos! 

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: