Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

ilha

Somos água, somos ilha

SOMOS ÁGUA, SOMOS ILHA
Água, sempre água, por todos os lados
Corrente, fluida, represada,
Doce, sobre pedras, oceânicas, salgadas
Na garganta, escorrendo dos olhos
Em nosso entorno, sobre ou sob nós
Não importa, todas têm seu ciclo
Sobe e desce, evapora, “some”, condensa
Mas sempre volta, ora calma, ora bravia
Ensinando a viver essa magia
A superarmos os momentos letargia
Com calma, alegria, sem muito nos preocupar
A circularidade da água é prova dos ciclos vitais
Somos água, somos ilha, somos ciclo
Somos poesia…
Alda M S Santos

Somos água, somos ilha

SOMOS ÁGUA, SOMOS ILHA
Água, sempre água, por todos os lados
Corrente, fluida, represada,
Doce, sobre pedras, oceânicas, salgadas
Na garganta, escorrendo dos olhos
Em nosso entorno, sobre ou sob nós
Não importa, todas têm seu ciclo
Sobe e desce, evapora, “some”, condensa
Mas sempre volta, ora calma, ora bravia
Ensinando a viver essa magia
A superarmos os momentos letargia
Com calma, alegria, sem muito nos preocupar
A circularidade da água é prova dos ciclos vitais
Somos água, somos ilha, somos ciclo
Somos poesia…
Alda M S Santos

Ilha

ILHA

Um alguém cercado de vários alguéns por todos os lados
Nem sempre sentidos ou notados
Um coração dolorido cercado de sorrisos por todos os lados
Nem sempre solícitos ou verdadeiros
Uma mente em busca de paz cercada de barulho por todos os lados
Nem sempre a resposta silenciosa que tranquiliza e precisa
Um corpo cansado cercado de bancos por todos os lados
A maioria deles impróprios ou já ocupados
Uma alma carente e aprendiz cercada de professores por todos os lados
Mas a grande parte deles não vive ou não sustenta o que diz
Tal qual ilha, um pedaço de terra cercado de água por todos os lados
Somos humanos cercados por humanos de todos os lados
Mas nem sempre compatíveis…
Que em nossos momentos ilha
Estejamos cercados do amor e do bem
Por todos os lados..

Alda M S Santos

Ilha dos Desejos

ILHA DOS DESEJOS

Numa Ilha dos Desejos

Que buscamos?

Desejos que brotam, que crescem, sufocam, aumentam até o horizonte

Onde o mar encontra o céu

Numa linha azul que se funde, se confunde, degradè?

Ilha dos Desejos

Que buscamos?

Desejos que se suavizam, se arrefecem, se amortecem em ondas tranquilas

Até esmorecer e sumir na areia da praia?

Ilha dos Desejos…

Que encontramos?

Desejos despertados ou satisfeitos, realizados?

Olho para tanta beleza e impotência dessa ilha

Desse mar azul, céu anil, coqueiros ao sabor do vento

E constato, afinal, que a verdadeira Ilha dos Desejos

Capaz de fazer nascer e morrer todo e qualquer desejo

É aquela que só nós temos a chave

Mas que nem sempre controlamos a entrada:

Nossos corações!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: