Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

descanso

Refúgio

REFÚGIO

Quero encontrar um refúgio
Um lugar de paz e sossego
Onde possa me abrigar
Quando minh’alma precisar se calar

Quero encontrar um refúgio
Para o qual eu possa fugir
Quando tudo parecer difícil
E poder relaxar, sem fingir

Quero encontrar um refúgio
Para os males buscar reparo
Que me traga discernimento, refrigério
Quem sabe em mim mesma obter amparo

Quero encontrar um refúgio
Acho um lugar, mergulho em mim mesma
Lá encontro paz, lá encontro Deus!

Alda M S Santos

É preciso descansar

É PRECISO DESCANSAR

É preciso descansar
O corpo, a mente, o coração
A alma pede paz, hibernação
Mas se para isso precisar
Vamos o corpo todo trabalhar
Ou buscar nesse vasto mundo um lugar
Onde possa a alma se recuperar
Tanto medo, tristeza, decepção
A esperança já perdeu o verde, desbotou
O amor necessita novo calor, esfriou
A beleza necessita novo viço, foscou
A fé já não move nem um barranco, arriou
“Felicidade não existe, diz a canção
“O que existe na vida são momentos felizes”
Nessa perspectiva, vamos vivendo
De momentos em momentos, sobrevivendo
É preciso descansar, respirar
Para nova energia encontrar
Para cada medo, tristeza, decepção, superar
E o amor, a esperança, a fé, a beleza, atiçar
Cansaço do corpo logo se recupera
Cansaço da alma é outra situação
Mas um bom meio é estender a mão
É saber que ao ajudar um irmão
Gera sinergia, de coração para coração
É preciso descansar…

Alda M S Santos

Camping

CAMPING

Tudo escuro aqui dentro

Silêncio!

Lá fora há a luz do luar

Sons da noite, noite no campo

Noite de camping

Todos aboletados em suas barracas

Silêncio!

Uma risada abafada, um ronco leve

Bichos da noite e seus barulhos

Silêncio!

Depois de tanto riso e alegria

Conversas, músicas, violão, diversão

Uma brasa resta ainda no fogão improvisado

As estrelas brilham intensamente no firmamento

Silêncio!

E o rio, ah o rio, o encanto maior de todo acampamento

É vida de todas as maneiras

Na alimentação, na higiene, na diversão…

Silêncio!

Noite no camping, noite rústica, simplicidade…

Aqui valorizamos mais ainda tudo que temos de bom

O que é mesmo necessário e o que é supérfluo…

Silêncio, escuro, noite de camping

Logo o sol irá nascer…

Mais barulho, mais vida, mais amigos, mais rio

Dia de camping…

Alda M S Santos

Sorrindo vai chorar

SORRINDO VAI CHORAR

“Um dia a areia branca seus pés irão tocar”

Te farão lembrar que nem tudo na vida é dureza

Que a alegria pode estar em apenas poder caminhar

Numa areia macia, refrescante

Sentir o vento nos cabelos, a brisa que arrepia a pele

Que desperta boas sensações

“E vai molhar seus cabelos a água azul do mar”

Você irá correr feito criança sapeca

Chutar água, mergulhar, saltar ondas

Irá lavar-se de toda negatividade

Purificar a alma, guardar apenas o que é bom

Buscar um abraço que acalenta, que arrepia

“E ao se sentir em casa sorrindo vai chorar”

E vai querer ficar…

Alda M S Santos

 

No contrafluxo

NO CONTRAFLUXO

Estradas cheias, acidentes

Corpos e mentes em ebulição, expectativas

Marchinhas, samba, dança, folia, abadás

Fantasias, plumas e paetês

Mata, estrada de terra, bichos, rede na varanda

Fogão à lenha, cachoeira, rios, pássaros a cantar

Uns no fluxo, outros no contrafluxo

Nesse carnaval cada qual

Escolhe o fogo que quer acender…

E que a diversão seja certa!

Alda M S Santos

Outono

OUTONO
As folhas caem, o ar se veste de tons amarronzados,
A brisa suaviza, esfria, galhos ficam seminus,
O clima resseca, a natureza se protege para a temporada gelada.
Sábia, antevê tempos difíceis, reserva energia.
Para muitos, a beleza e alegria se perdem no outono,
Para outros, elas apenas ficam camufladas, protegidas, resguardadas.
Um outono verdadeiro é muito mais lindo que uma primavera forçada.
Quantas vezes precisamos ser outono, nos resguardar, fortalecer,
E insistimos em ser primavera, desperdiçando energia valiosa?
Quando encaramos de frente os outonos de nossas vidas,
O inverno torna-se menos pesado e retornamos com esplendor redobrado,
Deixando a primavera desabrochar no tempo certo,
Com novo brilho, novas cores, novas flores, novos amores,
Nova vida!!!
Alda M S Santos

Preciso descansar

PRECISO DESCANSAR

Preciso descansar…

Ando meio esgotada de certas coisas

O corpo pode repousar em qualquer lugar

Deitou, dormiu, está novo…

Preciso descansar o coração, a alma

Necessito desanuviar a mente

Quero uma rede onde possa acomodá-los

Uma relva onde possa deixá-los admirando o horizonte

Um lago onde possa deixar que refresquem-se

Uma brisa que apare suas arestas e pontas soltas

E conecte novamente: corpo, alma, mente e coração.

Assim terei descanso.

Preciso descansar… 

Alda M S Santos

Hibernar é preciso

HIBERNAR É PRECISO

Hibernar é preciso!

Um sono induzido…

Poupar as energias, as emoções

Baixar a temperatura, desacelerar o coração 

Quando há pouca oferta externa

Confusas opções internas

Hibernar é preciso!

Redistribuir nutrientes emocionais. 

Encher de calor a alma

Hibernar é preciso,

Em todas as estações! 

Alda M S Santos

Descanso

DESCANSO
Para o descanso do corpo: rede.
Para o descanso da mente: natureza.
Para alegria do coração: amigos verdadeiros
Para alimentar a fantasia: livros
Para refrigerar a alma: paz interior.
Para a paz interior: Deus!
Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: