Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Categoria

abraços

Tem gente que abraça…

TEM GENTE QUE ABRAÇA…
Tem gente que abraça com os olhos – antecipando o prazer
Tem gente que abraça fechando os olhos – para sentir melhor
Tem gente que abraça de longe – quando não pode de perto
Tem gente que abraça sorrindo- sabe o que quer
Tem gente que abraça chorando- lavando a alma
Tem gente que abraça num sonho- ah como é bom
Tem gente que abraça com as palavras – complementando
Tem gente que abraça num poema – substituindo
Tem gente que abraça numa canção – revivendo
Tem gente que abraça numa oração- muito amor e proteção
Tem gente que só sabe abraçar com os braços- aprendizes
Tem gente que abraça sem abraçar – desconfiados
Tem gente que recusa abraços – incrédulos
E tem gente que de tanto abraçar
Aprendeu a abraçar com a alma – anjos
Deixando gosto de quero mais!
Alda M S Santos

Precisamos de abraços

PRECISAMOS DE ABRAÇOS

Nunca fez tanta falta esse belo laço
Momentos em que erramos o passo
Falseamos, choramos, medramos
Perdidos, saímos do compasso
Sobram desejos, faltam braços
Falta alguém que nos devolva nossos pedaços
Tudo que queremos é nos deixar ficar
Nos envolver, sair dos embaraços
E encontrar no outro um belo amasso
Algo que acalme, nos livre do cansaço
Num abraço, me perco, me acho
Numa dança, num aperto me enlaço
Sou uma, sou mil, me desfaço
E, assim, meu caminho refaço
Pena que anda tão escasso
Nesse mundo muitas vezes tão devasso…

Alda M S Santos

Abraços fazem a vida valer a pena

ABRAÇOS FAZEM A VIDA VALER A PENA
Tem de todo tipo e tamanho
Mas todos, todos, têm algo em comum
O desejo de ser carinho, de receber carinho
Os “pipoca”, rapidinho e salta fora
Os acanhados, meio de lado, contidos
Os na pontinha dos pés, meio encolhidinhos no peito
Os apertados de trincar os ossos e prender a respiração
Os de corpo inteiro que “atravessam” um ao outro
Os que matam saudades, grudam e se pretendem eternos
Os coletivos, que mostram empatia e união
Os de surpresa, por trás, que tapam os olhos com as mãos
Aqueles que se afinam com uma dança e nos elevam do chão
Aqueles acompanhados de palavras doces, de um cheiro no cangote, de um beijo
Os que despertam humanos sentidos adormecidos
Aqueles por compaixão, que levam amor divino no toque
Os melhores de todos: aqueles que unem mais que braços e corpos
Os que entrelaçam almas afins, que o calor permanece muito tempo depois de findo o abraço
Que mantém o sorriso no rosto e o coração aquecido…
Abraços levam e trazem a porção de Deus em nós
Abraços tornam o caminhar mais fácil
Fazem a vida valer a pena…
Alda M S Santos

Abraços

ABRAÇOS

Abraços são bons a qualquer momento
Imprescindíveis, selam a paz, a união
Quando a vida não está a contento
Ou são alegres e festivos quando há comemoração

Abraços são bons a qualquer momento
Troca de carinho, boa energia
Debaixo desse imenso firmamento
Nada há com total sintonia

Abraços são bons a qualquer momento
Matam saudades, renovam esperanças
Unem mais que corpos e quando tudo se acabar
Ainda serão eternos e doces nas lembranças

Abraços são bons a qualquer momento
Trazem e levam consigo nossa porção mais humana
E despertam nossa essência divina
Vida sem abraços é vida desumana!

Abracemos mais!

Alda M S Santos

Quero abraçar

QUERO ABRAÇAR

Quero de novo poder abraçar
Não um abraço virtual ou só com o olhar
Daqueles com medo de contagiar
Ao contrário,  quero sim propagar
A alegria, o sorriso, a fé
Num contato que possa amenizar
O desejo de ser e fazer morada
Para um alguém cuja alma está calada
Quero de novo poder abraçar
Com tudo que um abraço é capaz de levar
A esperança em dias menos nebulosos
A certeza de ser querido, ter abrigo
Um colo quentinho, um amigo
Fazendo valer nossa humanidade
Sempre em busca da felicidade
Quero de novo poder abraçar, dançar
Um abraço que envolva mais que braços
Um carinho que conecte mais que corpos
Que acenda a luz, ilumine a escuridão
Que interligue almas, aperte laços
Quero de novo poder abraçar…

Alda M S Santos

Há braços, abraços…

HÁ-BRAÇOS, ABRAÇOS…

Sinceridade que desarma, carinho que surpreende

Afeto que toca, sorriso que encanta

Há braços, abraços…

Quentes, longos, pipoca

Na pontinha dos pés, perfumados

Encolhidinhos no peito, de ladinho

Receosos, no colo, sensuais,

Apertadinhos, ou que não querem largar…

Acompanhados de doces palavras, silenciosos,

Qualquer que seja ele, necessário!

Há braços, abraços

Marcantes, inesquecíveis, saudosos…

Que possamos oferecê-los

Que saibamos recebê-los!

Alda M S Santos

Nunca se fez tão necessário

NUNCA SE FEZ TAO NECESSÁRIO
Abraço
Nunca fez tanta falta
Sua capacidade de apaziguar
De fazer um corpo curar
Aquecer a alma, fortalecer
Fazer o coração rejuvenescer
Abraço
Nunca foi tão necessária
A energia boa que conduz
Que nos faz tocar mais que braços
Que atinge a emoção, aperta os laços
Abraço
Tão simples, tão quente, ativador da vida
De pais, filhos, amigos
Aciona o que há de mais terno
Aquece corpo e alma dos amantes
Abraço
Quando for de novo liberado
Penso que iremos abusar
E a cada dia mais valorizar
A doce entrega nos braços de alguém…
Ah, abraços…
Alda M S Santos

Abraço que doeu

ABRAÇO QUE DOEU

Abraço que doeu, que machucou
Que aguçou a válvula do julgamento
Aquela que todos nós temos
E tantas vezes é ativada quando envolve sentimento

Não dá para medir a dor de quem perdeu um filho
Esse abraço deve ter deixado corações paternos maltrapilhos
Especialmente se envolve criança, crueldade
E num tema mal resolvido, como a sexualidade

Mas um abraço é um abraço
São curativos, apertam laços
Ativam talvez o que faltou em algum espaço

Jesus a todos recebeu, por nós morreu
Somos pecadores, os que Ele mais acolheu
Não dá, portanto, para criticar o abraço que se deu

Alda M S Santos

#drauziovarella

Abraço acochado

ABRAÇO ACOCHADO

-Por que aqui é a cidade do abraço?-pergunto

-Ah, porque a cidade acolhe e abraça- logo dizem

A todos que aqui chegam, com graça- completam

Isso parece bom mesmo!

E alguém aí sabe dizer o que é um abraço acochado?

Conheço muito de abraços

Grudados, grátis, na pontinha dos pés, amassados

Com ternura e cuidado, interessado

Com beijinhos e palavras de carinho

Mas esse acochado ainda não sei definir qual é!

Seria debaixo da colcha, que envolvem as coxas?

Acho que vou perguntar!

Afinal, sou mineira numa terra de cearenses

Alguém aqui há de saber me dizer!

-Abraço acochado? Onde tu viu isso?- pergunta sorrindo o bugueiro.

-Pra todo lado, uai! O que é?

– Ah, é um abraço muito apertado de quebrar as costelas.

Aprendi mais uma na cidade dos abraços: abraço acochado!

Alguém aí gosta?

Alda M S Santos

Abraços

ABRAÇOS

Abraços são bons a qualquer momento

Imprescindíveis, selam a paz, a união

Quando a vida não está a contento

Ou são alegres e festivos quando há comemoração

Abraços são bons a qualquer momento

Troca de carinho, boa energia

Debaixo desse imenso firmamento

Nada há com total sintonia

Abraços são bons a qualquer momento

Matam saudades, renovam esperanças

Unem mais que corpos e quando tudo se acabar

Ainda serão eternos e doces nas lembranças

Abraços são bons a qualquer momento

Trazem e levam consigo nossa porção mais humana

E despertam nossa essência divina

Vida sem abraços é vida desumana!

Abracemos mais!

Alda M S Santos

Contágio

CONTÁGIO

Um espirro, uma tosse, coriza

Um contágio: influenza:

Simples, direto, certeiro…

Uma raiva, um grito, um descuido

Um contágio, desamor:

Depressão, caos, tristeza, rancor…

Uma delicadeza, um sorriso, um abraço

Um contágio, amizade, amor:

Carinho, luz, solidariedade, esperança…

Os vírus estão todos aí… no ar

Nossa imunidade é que determinará

Com qual iremos nos infectar…

Nossa resistência é que dirá

Contra qual devemos lutar

Ou a quais nos entregar…

Viver é contagioso!

Eu escolho me contaminar de amor…

Alda M S Santos

#carinhologos

Apenas um abraço

APENAS UM ABRAÇO

Quando há muito a dizer

Quando quiser se fazer entender

Mas não houver meios, o tempo for escasso ou faltarem palavras

Dê apenas um abraço

Quando quiser evitar dúvidas ou mal entendidos

Se desculpar ou desfazer erros cometidos

Dê apenas um abraço

Quando quiser estabelecer uma conexão, deixar sua marca de amizade

De carinho, amor, gratidão ou saudade

Dê apenas um abraço

Abraço é linguagem verdadeira, recíproca e universal

É carinho que torna tudo mais leve e apaga qualquer mal

Dê apenas um abraço

E um “amo você” também não cairia mal …

Alda M S Santos

Um grupo, um violão

UM GRUPO, UM VIOLÃO

Um grupo, várias vozes, um violão

Uma roda, ao ar livre, numa tarde gostosa no sabadão

Nem precisa ser muito afinado, não

Basta que tenha vontade, carinho, amor e atenção

Que as músicas sejam de uma época saudosa, refinada seleção

Que tragam boas lembranças e animação

Que despertem desejo de cantar, de dançar pelo salão

Que haja poesia nos versos singelos e amorosos da canção

Que sequer se importem com qualquer limitação

Que a gente perceba em cada voz que vibra o pulsar do coração

Em cada sorriso que se abre a luz que brota da gratidão

Em cada palavra terna a sincera satisfação

Em cada abraço, a troca do amor precioso, o amor irmão!

Alda M S Santos

#carinhologos

Viver é contagioso

VIVER É CONTAGIOSO

Mau humor e dor contagiam tanto quanto vírus

Frieza e indiferença são transmissíveis no ar

Alegria “pega”, tristeza “pega”

Basta estar perto e aberto e respirar

Se não podemos escolher com o que ser contaminado

Temos alguma escolha naquilo que queremos contaminar

Escolhemos contagiar o mundo de coisas boas, de amor

Basta de tristeza e dor

Abraços e carinho são profiláticos

“O amor é contagioso”!

Alda M S Santos

#carinhologos

#abracosgratis

Hoje, não!

HOJE, NÃO!

Hoje quero ver o lado bom das pessoas

Aquele que muitos preferem não ver

Não quero enxergar as falhas, os egoísmos, as covardias

Não, hoje não!

Hoje quero me alegrar com o sol que brilha

E possibilita nossa própria fotossíntese

Não quero reclamar do calor ou do frio, da chuva ou da seca

Não, hoje não!

Hoje quero me fixar nas saudades boas, nas risadas gostosas, no amor vivido

Não quero lembrar das decepções, dos medos, das ingratidões

Não, hoje não!

Hoje quero ser grata ao passado que me formou,

Ser ativa no presente que me mantém, esperançosa no futuro que me aguarda

Não quero ser daquelas que se enfurnam na tristeza e se afogam nas próprias mágoas

Enquanto buscam culpados para o lago sujo que se forma a sua volta

Não, hoje não!

Hoje quero ser o bem, fazer o bem, levar alegria pelo caminho

Hoje quero fazer essa travessia mergulhada em sorrisos

Não quero esperar muito do mundo, apenas me doar e ser grata ao que vier

Não, hoje não quero reclamar de nada!

Hoje quero ser paz e fazer apenas um pedido

Todos os dias podem ser como hoje?

Alda M S Santos

Você não pode abraçar o mundo!

VOCÊ NÃO PODE ABRAÇAR O MUNDO!

Você não pode abraçar o mundo todo

Mas pode abraçar quem está a seu lado

Você não pode alimentar a todos que têm fome

Mas pode contribuir mais, evitando desperdícios

Você não pode aquecer a todos no inverno

Mas pode, além de cobertor, doar calor humano

Você pode não resolver os problemas de todo indivíduo

Mas pode evitar ser um problema a mais para tantos

Pode amenizar as dores de muitos com aquilo que talvez possa lhe parecer pouco

Mas pode ser o “tudo” de alguém

Pode ser os olhos de quem não vê a beleza, o brilho

Os ouvidos de quem não é ouvido, compreendido

O toque delicado em quem se sente excluído

O cuidado de amor que devolve a alguém a autoestima perdida

A palavra de estímulo para quem está desanimado

A mão acolhedora que ampara aquele que cai

O olhar e sorriso de amizade e carinho para quem se sente só

A cor, o brilho, o perfume, a boa lembrança no mundo tão cinzento de alguém

E, sim, o abraço fraterno a quem pouco tem…

Ainda que não possamos abraçar o mundo

Podemos “abraçar” o que dermos conta…

O bem contagia e se propaga

E pode atingir o mundo em efeito cascata

Enchendo também nosso mundo de cor, brilho, perfume e boas lembranças

Além de nos tornar cada dia mais fortes, mais humanos…

Um mínimo parecidos com Ele

Quem doa amor, abraço e carinho, no ato de “preencher” o outro, preenche-se

Podemos, sim, assim, abraçar o mundo!

Alda M S Santos

Tem gente que abraça…

TEM GENTE QUE ABRAÇA…

Tem gente que abraça com os olhos – antecipando o prazer

Tem gente que abraça fechando os olhos – para sentir melhor

Tem gente que abraça de longe – quando não pode de perto

Tem gente que abraça sorrindo- sabe o que quer

Tem gente que abraça chorando- lavando a alma

Tem gente que abraça num sonho- ah como é bom

Tem gente que abraça com as palavras – complementando

Tem gente que abraça num poema – substituindo

Tem gente que abraça numa canção – revivendo

Tem gente que abraça numa oração- muito amor e proteção

Tem gente que só sabe abraçar com os braços- aprendizes

Tem gente que abraça sem abraçar – desconfiados

Tem gente que recusa abraços – incrédulos

E tem gente que de tanto abraçar

Aprendeu a abraçar com a alma – anjos

Deixando gosto de quero mais!

Alda M S Santos

Dia do abraço

DIA DO ABRAÇO

Quando pudermos nos perder num abraço

Ou, melhor ainda, nos encontrar num abraço,

Ao outro, a nós mesmos,

Saberemos seu real valor

E não será preciso um dia

Para lembrar de sua importância.

Alda M S Santos

#carinhologos

Abraços fazem a vida valer a pena

ABRAÇOS FAZEM A VIDA VALER A PENA

Tem de todo tipo e tamanho

Mas todos, todos, têm algo em comum

O desejo de ser carinho, de receber carinho

Os “pipoca”, rapidinho e salta fora

Os acanhados, meio de lado, contidos

Os na pontinha dos pés, meio encolhidinhos no peito

Os apertados de trincar os ossos e prender a respiração

Os de corpo inteiro que “atravessam” um ao outro

Os que matam saudades, grudam e se pretendem eternos

Os coletivos, que mostram empatia e união

Os de surpresa, por trás, que tapam os olhos com as mãos

Aqueles que se afinam com uma dança e nos elevam do chão

Aqueles acompanhados de palavras doces, de um cheiro no cangote, de um beijo

Os que despertam humanos sentidos adormecidos

Aqueles por compaixão, que levam amor divino no toque

Os melhores de todos: aqueles que unem mais que braços e corpos

Os que entrelaçam almas afins, que o calor permanece muito tempo depois de findo o abraço

Que mantém o sorriso no rosto e o coração aquecido…

Abraços levam e trazem a porção de Deus em nós

Abraços tornam o caminhar mais fácil

Fazem a vida valer a pena…

Alda M S Santos

Quando abraço cura

QUANDO ABRAÇO CURA

Quando enxugar a lágrima do outro

Reduz o fluxo delas nas nossas faces

Quando um olhar de apreço ao outro

Aumenta nosso apreço por nós mesmos

Quando se atentar para o problema do outro

Tira o foco de nossos próprios problemas

Quando levar um abraço solidário e fraterno

Nos mostra que um carinho ameniza muitos males

Principalmente a indiferença, o descaso e o desamor

Pode não matar a fome do corpo

Mas sacia parte da fome da alma

Aumenta nossa autoestima, agiganta a fé na humanidade

E dá energia e esperança em dias melhores…

Abraços bons são os gratuitos e verdadeiros

Porque vêm com carinho de alma para alma…

Alda M S Santos

#AbraçosGrátis #CarinhólogosSolidáriosDeBH #Carinhólogos

A pergunta certa

A PERGUNTA CERTA

A pergunta certa não é “o que posso receber de alguém?”

Ou “o que o outro pode me oferecer?”

A pergunta certa não é aquela que nosso egocentrismo determina

A pergunta certa é “o que posso oferecer de mim ao outro”?

“Em que posso melhorar a vida de alguém”?

Buscando o que de mais livre e sincero pudermos oferecer

Acabaremos por ser o que o outro mais necessita

A via se torna de mão-dupla, vai e volta infinitamente

E recebemos, sem buscar, sem cobrar, o que mais necessitamos

Fazendo, assim, um mundo melhor para todos nós…

Alda M S Santos

#carinhologos

Fragilidades

FRAGILIDADES

Ser frágil é a coisa mais fácil do mundo, mais humana, mais dolorosa

Mostrar-se frágil, aparentar fraqueza, por sua vez, a mais difícil

Transparecer fragilidade, impotência, pedir ajuda

Estender a mão, gritar por socorro, chorar, necessitar

Demonstram um fracasso que não ousamos admitir

Mostrar-se necessitado exige uma força sobre-humana, uma certa humildade, pureza de coração

Que poucos possuímos, e quase nunca conseguimos obter, alcançar

Não combinam com o orgulho e vaidade que gostamos de ostentar

Pouquíssimos conseguem acessar esses nossos recônditos frágeis

Quem consegue, não é por ser forte, mas por também ser frágil e se reconhecer no outro.

Assim, fechados em nós mesmos, sepultando fraquezas e lágrimas

Aumentamos dia a dia nossas fragilidades, nossos medos

Muitas vezes, a força estando a um abraço de distância…

Alda M S Santos

Última visita

ÚLTIMA VISITA

Ao encerrarmos uma visita no lar de idosos

Sempre temos o cuidado de despedir de cada um

Com o carinho que faz parte da nossa relação com eles

Um pensamento passa sempre por minha mente

“Pode ser o último abraço, última vez que vou vê-los”

E o carinho é redobrado…

Pensamento que tento afugentar, mesmo sendo “natural”,

Visto que são idosos e muitos deles estão doentes.

Mas, a verdade é que só Deus sabe de todas as coisas,

Tanto podem ser eles a ir embora para casa, como pode ser eu ou um de nós

Deus é que sabe onde estaremos fazendo mais falta

Devíamos sempre viver com todos como se pudesse ser a última visita

E sem chance para despedidas

A última vez dei um beijo nessa Miss Guerreira

Estava jantando no quarto, já não se sentia bem…

Vá com Deus, Luzia Guedes

Todos no céu vão amar você tocando seu pandeiro

Amamos você! Saudades!

Alda M S Santos

#carinhologos

#carinhologossolidarios

Sempre amor

SEMPRE AMOR

Um grupo com um objetivo: levar alegria

A razão que trouxe cada um é variável

Todos parecem felizes, profissões variadas, vidas diferentes

Unidos no desejo de ajudar os outros, os idosos, particularmente

Olho para cada rosto desses palhacinhos, cada sorriso

Sei um pouco a história de alguns

Histórias de lutas secretas, sofrimentos, nem sempre vitoriosas

Muitos carregam angústias, frustrações e dores

Não doam o que lhes sobra, mas aquilo que mais precisam

Aquilo que valorizam, que sabem precioso

No prazer de levar amor, encontram uma razão a mais para lutar…

Para viver…

Alda M S Santos

#carinhologos

#carinhologossolidarios

Colo(rindo) a alma!

COLO(RINDO) A ALMA

Nunca estamos cansados demais, tristes demais

Para alegrar um alguém, um coração carente

Uma alma já vivida e sofrida

Que, ainda assim, se alegra e agradece

E, ao preencher de cores os desenhos,

Enche de cores sua própria alma

Nos mostrando como lidar com a dor, as angústias, a saudade,

As decepções, a tristeza, o abandono, o desamor, o amor

A fé e a esperança com maestria e bondade

Com um sorriso terno no rosto, um abraço quente

E a alegria de uma boa conversa

Sem qualquer intenção de nos dar lições

Acaba dando mais que recebendo: muito amor

Alda M S Santos

#carinhologos

Abraços Grátis

ABRAÇOS GRÁTIS

Quem precisa pode até não identificar

Apenas sente falta de algo, um vazio

Mas quando recebe aquele abraço

Carregado de carinho e amor

De energia boa, de doação

Percebe claramente que faltava calor humano

E que pode não resolver tudo

Quase nada, aparentemente

Mas é capaz de ativar a força que está lá dentro

Afogada naquelas lágrimas represadas.

Ou num sorriso escondido atrás dos problemas e correria do dia-a-dia…

Abraço liberta! ❤️

Alda M S Santos

#carinhologos

Dia do Abraço

DIA DO ABRAÇO
Quando pudermos nos perder num abraço
Ou, melhor ainda, nos encontrar num abraço,
Ao outro, a nós mesmos,
Saberemos seu real valor
E não será preciso um dia
Para lembrar de sua importância.
Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: