SOU

Sou a brisa a tocar sua pele suavemente
Quando o sol queima e castiga perigosamente
Sou a chuva que esconde seu pranto
Quando quer mesmo é ficar só num canto

Sou a Lua que brilha e ilumina sua noite
Que afasta os maus pensamentos feito açoite
Sou o rio que com as águas te abraça
Que entende suas vontades, te enlaça

Sou o olhar que te deseja
A mão ativa e benfazeja
Sou a boca que quente te beija

Sou a paz, o afeto, a natureza
Sou o perfume, o fruto, a flor
Sou, na verdade, teu amor

Alda M S Santos
Mais no meu blog vidaintensavida.com
Tarde de Poesias: Sou…teu amor