NESTA DATA QUERIDA

O espelho não mente, dizem

Que ele me diz nesse dia especial?

-Espelho, espelho meu, quantos anos tenho eu?

Corajosa eu o encaro

– Tens a idade da sua carteira de identidade!

Engraçadinho ele!

Ainda bem que não perguntei

Se existe alguém mais bela do que eu!

Eu o ignoro, olho firme e respondo eu mesma

-Completas hoje 53 anos!

Em muitos aspectos já esteve melhor

A pele, as curvas, a agilidade…

Melhor nem entrar em detalhes!

Mas continuo a me encarar…

Os olhos brilham, o sorriso é sincero

Os sentimentos são muitas vezes bem nobres

Cabelos rebeldes de sempre

A alma já não se rebela tanto

Coração grande, cheio, emocional

Amizades, amores, família, tanta gente…

Cheio de vazios também

De quem esteve por ali e já se foi…

É, se avaliar bem, o espelho tem razão

Carrego dentro de mim, felizmente, tudo que vivi

Tenho realmente esses 53 anos!

Até posso muitas vezes me sentir com 20

Noutros com 10, 70 ou 80

Mas são 53, não os nego!

São bem vindos, com tudo de bom e ruim que trazem

Sou eu! Alda! Construída nessas cinco décadas!

Aliso as curvas que persistem, um pouco mais generosas

Dou um giro sobre mim mesma

Rodo a saia do meu vestido colorido

Passo um batom, jogo um beijo

Balanço os cabelos revoltos

E respondo para o espelho

Hoje sou mais “bela” do que eu mesma!

Estou viva! Isso basta!

Mais um aniversário! Parabéns para mim!

Alda M S Santos