RECOMEÇAR DO ZERO

Não existe recomeçar do zero

Porque se temos essa prerrogativa

É porque um dia já começamos

E todo começo deixa nem que seja uma negativa

Retirando o que perdemos, o que permaneceu?

E não diga que nada ficou

De tudo que se construiu, viveu

Ao menos entulho restou

Separe o joio do trigo

Descarte, reaproveite, reserve, busque abrigo

E se ainda assim só encontrar a dor

É com ela que irá recomeçar

E com renovado fervor…

Recomece do amor que encontrar em você, por você!

Alda M S Santos