A MAJESTADE

Toda majestosa ali, a primeira que noto

O cartão de visitas, a recepcionista

Parece convidar à sua sombra

Chamar-nos para nos sentarmos em suas raizes

Subir em seu tronco, alcançar seus galhos

Admirá-la, ou, simplesmente, abraçá-la

E sermos gratos a tanta beleza e encanto

Ali, fazendo parte dessa história

Participando de tudo, silenciosa e receptiva

Pode entrar, aqui sempre cabe mais um…

Amo flamboyant, amo árvores!

Alda M S Santos