Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

Sorrisos

Sorria!

SORRIA!

Se a vontade é de chorar

Se já está cansado de tentar

E ainda assim tudo parece sem lugar

Sorria, a alegria coloca tudo no lugar…

Se o amor nem sempre corresponde

Se a dor está pesada como um bonde

Se a felicidade brinca de esconde-esconde

Sorria, o sorriso é luz, não importa de onde

Se tudo está muito sério, sem critério

Se está faltando um refrigério

Se ser feliz é um mistério

Sorria, o sorriso desperta o amor e une dois hemisférios…

Alda M S Santos

Sorrisos

SORRISOS

Tão bom poder sorrir, escondendo a dor com coragem

E saber que por sorrir já estou na vantagem

Tão bom vencer os medos com um sorriso

E espantar os monstros sem qualquer aviso

Tão bom poder sorrir com alegria

Sem precisar disfarçar qualquer nostalgia

Tão bom despertar sorrisos de satisfação

E sentir que em nós pode estar a razão

Tão bom poder admirar seu lindo sorriso

E tantas vezes saber que sou dele o motivo

Tão bom sorrirmos juntos em harmonia

Vivendo em nós mesmos toda a fantasia

Sem medos ou receios, com ousadia

Encontrando em nosso viver toda a poesia…

Tão bom poder ser sorriso…

Alda M S Santos

Prazer instantâneo

PRAZER INSTANTÂNEO

Despertar um sorriso no olhar

Por mais discreto que seja

É tarefa prazerosa demais

Um sorriso lá, outro cá

E a tristeza não tem lugar…

Tantas vezes é preciso tão pouco

Para fazer alguém feliz, para sentir-se feliz

Nesse mundo tão louco

Onde quase nada de bom se ouve, se diz

Há coisas cuja reciprocidade é instantânea

Carinhos, beijos, abraços e sorrisos

Quando simples e verdadeiros

Na alma têm efeito bumerangue

Vão e voltam de maneira simultânea

Delicioso prazer momentâneo de caráter duradouro…

Alda M S Santos

#carinhologos

Ele nunca me abandona

ELE NUNCA ME ABANDONA

Ele é insistente, persistente

Não desiste, se intromete onde não lhe cabe

Mistura-se a situações complicadas, tristes

É invasor, arromba portas, faz barulho, acende a luz

Ou chega de mansinho, faz carinho, silencioso

Não gosta de lugares escuros, mas nada teme

Caminha por espaços que desconhece

Algumas vezes é sapeca, fraterno, noutras, sensual

Ou ainda repleto de compaixão e amor

Às vezes parece arrastado, meio forçado, cansado

Mas nunca, nunca desiste, é sobrevivente

Nem sempre parece feliz ao espelho

Mas sabe que se não fosse por ele não haveria vida ali

Tampouco alegria nas vidas que acende quando se abre

Ainda que esteja umedecido pelas lágrimas

Ele não pode morrer nunca

Pois quando isso acontecer, levará consigo meu viver

Ele nunca poderá me abandonar

Ou sou eu que nunca poderei deixá-lo

Meu inseparável e amigo sorriso?

Alda M S Santos

Choro e riso

CHORO E RISO

Com quem divide sua alegria, seu riso, seu prazer

Seu sorriso, suas gargalhadas?

É capaz de rir de si mesmo?

Com quem divide suas lágrimas

Sua tristeza, seus medos, seus segredos e angústias?

É capaz de chorar no colo de alguém?

Já o fez? Ou só chora escondido?

Alegrias e tristezas, dores e prazeres

Extremos da existência que muito exigem:

Afinidade, intimidade, confiança

A habilidade de acolher, ser colo

Requer um coração bondoso, solidário

A capacidade de pedir ajuda, aceitar colo

Exige uma alma grande, humilde

Ambos necessitam de humanidade

Com quem você sorri?

Com quem você chora?

Em quem você provoca sorrisos e lágrimas?

Alda M S Santos

Ambos

AMBOS

Uma flor é como um sorriso

Ambos são capazes de valorizar qualquer simplicidade, 

Ambos levam encanto por onde vão…

Ambos são delicados e fortes o bastante para emocionar,

Ambos precisam do amor para refletir o brilho da vida que carregam! 

Alda M S Santos

Prova de Amor

PROVA DE AMOR
Quer uma prova de amor?
Sorria!
Se receber de volta um sorriso verdadeiro,
E direcionado a você,
É amor!
O tipo dele, entre tantos, não importa…
É dádiva!
Alda M S Santos

Rir ou chorar?

RIR OU CHORAR?

Qual a melhor canção, a que faz rir ou chorar?

Qual o melhor livro ou poema, o que faz rir ou chorar?

Qual o maior e mais sincero amigo, o que faz rir ou chorar?

Qual o maior e mais verdadeiro amor, o que faz rir ou chorar?

Sorriso e lágrimas são expressões de fortes emoções.

Se a emoção despertada for boa, não importa

Se é demonstrada por sorrisos ou lágrimas!

O que não vale são emoções mais ou menos

De sorrisos amarelos e lágrimas de crocodilo.

Viver é uma emoção forte e maravilhosa!

Ria, chore, mas viva!

Alda M S Santos

#carinhologos

De onde vem?

DE ONDE VEM?

De onde vem o sorriso que te ilumina o rosto?

De onde vêm as lágrimas que te fazem mais humano?

De onde vem a força que brota do seu interior?

De onde vem a fragilidade que te imobiliza e te engrandece?

De onde vem a necessidade não identificada?

De onde vem a capacidade de renovação?

De onde vem a fé em coisas impossíveis?

De onde vem a esperança em dias melhores?

De onde vêm tantos sonhos?

De onde vem a vontade de realizar cada um deles?

De onde vem?

Descubra, vá pra lá, grude e não largue nunca mais!

Alda M S Santos

#carinhologos

Vestida para matar

VESTIDA PARA MATAR
Acordou, levantou-se, tirou trajes de dormir, banhou-se
Lavou pensamentos negativos
Deixou ir pelo ralo o medo e a covardia
Esfregou-se com a bucha da coragem e ânimo
Aqueceu sua pele do desejo de amar e vencer
Vestiu o mais lindo sorriso no rosto
Cobriu o corpo da estampa mais leve
Calçou sandálias macias para acompanhar qualquer passo
Maquiou-se com o amor que trazia no peito
Pendurou no pescoço o amuleto da esperança
Perfumou-se de lembranças doces
Encheu a boca de palavras de encorajamento e fé.
Ao vestir-se para matar, percebeu que queria viver,
Na terra, no ar, em jardins, em qualquer lugar…
E queria trazer vida a todos!
Alda M S Santos

De que adianta?

DE QUE ADIANTA?
De que adianta uma linda voz
Se quando é preciso, ela se cala?
De que adianta um belo sorriso, se apenas se abre para alguns,
E tantos necessitados são excluídos?
De que adianta tamanha inteligência,
Se não sabe agir ao sabor da emoção?
De que adianta tanta beleza, se não é possível mergulhar mais fundo,
Sob pena de “bater a cabeça” em rasa profundidade?
De que adianta tanta “cultura”,
Se as palavras mais doces não fazem parte de seu vocabulário?
De que adianta braços fortes e ombros largos,
Se não servem de abrigo ou de colo a quem precisa?
De que adianta o amor preso dentro de si,
Se ele é uma flor que precisa do sol
Que existe no outro,
Para crescer, se abrir e encantar?
De que adianta?
Alda M S Santos

Nunca se esgota

NUNCA SE ESGOTA

Melhores são aqueles amigos,

Novos ou antigos,

Com os quais nunca nos esgotamos

Sempre há algo a fazer, a dizer

A contar, a pedir, a doar, a confidenciar…

Risos, sorrisos, gargalhadas,

Abraços, beijos, café e queijo.

E aquela saudade e desejo constante

De estar sempre juntos,

Mesmo havendo lágrimas, atritos e pendengas,

Cada encontro é sempre único, especial,

Pois possui a liga mais forte do mundo: o amor.

Alda M S Santos

Entre sorrisos e lágrimas

ENTRE SORRISOS E LÁGRIMAS

 Sorrisos são superestimados.

 Lágrimas são subestimadas.

Explico: Tantas vezes ouvimos pessoas encantadas com sorrisos. Sorrisos são unanimidade, todos gostam, todos valorizam, todos querem dar e receber. Expressam alegria, satisfação, amor, prazer. Sorrir faz bem pro coração, pra pele, pra alma. Nossa e dos outros. Desde um leve puxar de lábios, o sorrir com os olhos, até uma gargalhada. Quem sorri mais, atrai mais pessoas. Aparenta viver mais e melhor, ser feliz.

E as lágrimas? Quando são derramadas?

Os motivos podem ser os mais variados: dor física, exaustão, superação, vitória, derrota, alegria, tristeza, frustração, expectativa, ansiedade, revolta, raiva, injustiça, vergonha. Por si mesmos, pelo outro.

Que as lágrimas sejam derramadas quando sentimos dor, raiva, tristeza, frustração, impotência, vergonha, entendemos. Lágrima está quase sempre associada a algo ruim. As mais dolorosas são aquelas que nos deixam impotentes perante a dor daqueles que amamos, pelos quais daríamos parte de nós, ou nossa vida, para que ficassem bem.  Essas lágrimas todos entendem. O melhor jeito é abraçar, dar colo, palavras de incentivo, orar, chorar junto e aguardá-las passar.

Mas, e quando as vertemos, sem controle, num casamento, no nascimento de um filho, na formatura, ao tirar carteira de motorista,  passar no vestibular,  fazer uma oração, ou ao ouvir uma declaração de amor?

Simples: só o que atinge fundo a emoção gera lágrimas. Ou seja, quanto mais lágrimas tivermos derramado nessa vida, mais intensa em emoções ela terá sido. Não devemos desvalorizá-las ou dispensá-las. Devemos recebê-las, “curti-las”. A cada torrente de lágrimas, quase sempre algo novo e bonito surgirá. Penso que Deus as permite para limpar e irrigar o terreno, para que possamos receber as novas bênçãos.

Valorizemos, sim, o sorriso sem, contudo, desvalorizarmos as lágrimas. Assim, em breve, será possível surgir um belo sorriso, daqueles que todos amamos.

Alda M S Santos

 

Molecagem

MOLECAGEM
Um casal andava à minha frente
Um bebê gorducho no colo da mãe
O pai carregava bolsas e sacolas
Estava muito quente!
O garotinho usava um chapéu redondinho
Pura fofura! Sorri pra ele e fiz gracejos.
Ele sorria e se remexia no colo da mãe.
Balancei meu rabo de cavalo!
Ele gargalhou e pulou de novo.
A mãe olhou pra ele e pra trás.
Fiquei séria, olhei pro lado e fiz cara de paisagem!
Ele parou de sorrir. Isso se repetiu umas três vezes.
Parávamos de sorrir e brincar. Molecagem com os pais!
Até que ele riu muito alto e saltou no colo da mãe
O pai olhou e me viu sorrindo pro bebê.
“Que espertinho, meu filho, tá mexendo com a moça, né?”
Ficamos a rir, pai, mãe, o lindo bebê e eu!
Contaram suas travessuras…
A vida pode ser muito divertida!
Basta querer!
Alda M S Santos

A arte da comunicação

A ARTE DA COMUNICAÇÃO

Todo ser vivente possui habilidades de comunicação.

Ser capaz de entender, de fazer-se entender.

Variáveis, porém, são os níveis dessa habilidade.

Palavras ditas ou escritas transmitem muito, mas pode haver uma interpretação cruzada.

Expressão corporal é fiel, mas de difícil análise, se não houver certa intimidade.

Olhares falam muito, praticamente tudo, mas numa linguagem que não é qualquer um que sabe ler.

Sorrisos espontâneos dizem tudo, mas há muitos forçados por aí.

Lágrimas passam imagens de dor extrema, nem sempre reais. 

Um toque é um complemento importante de comunicação, ameniza a “força” das palavras ou as complementa. 

Um abraço ou um beijo dispensam quaisquer outros recursos.

No silêncio e intensidade de um abraço ou de um beijo somos capazes de dizer tudo que queremos.

Quanto mais demorados e mais silenciosos, maior a comunicação.

Não são sempre utilizados, pois desnudam o transmissor e receptor.

Não é admissível dizer que não se conhecem, duas pessoas que trocaram entre si um abraço ou um beijo sinceros.

A arte de se comunicar é desenvolvida: palavras, expressões corporais, olhares, sorrisos, lágrimas, toques, beijos e abraços…

Lamentável que muitos tentem disfarçá-las.

Isso torna o mundo mais confuso e triste. 

Alda M S Santos

Sorrisos

SORRISOS

Há sorrisos de todo tipo:

Sorriso tímido, olhar baixo, inseguro

Sorriso amarelo, sem graça, envergonhado

Sorriso largo, sem censura, contagiante

Sorriso triste, sofrido, saudoso

Sorriso falso, que repele

Sorriso nervoso, tenso, preocupado

Sorriso sensual, que atrai,

Sorriso com os olhos, que traz a alma junto e nos cativa

Sorriso carinhoso, solidário, amigo, que conforta 

Sorriso de amor, que vem do coração e nos abraça forte.

São sorrisos…Todos.

Distribuímos os nossos criteriosamente

Recebemos dos outros, nem sempre como gostaríamos.

De qualquer modo, já dizia o poeta:

“Não que a vida esteja assim tão boa,

Mas um sorriso ajuda a melhorar…”

Que sejamos mais democráticos ao distribuí-los e recebê-los.

Alda M S Santos 

Apenas um lugar

APENAS UM LUGAR
Se nos fosse perguntado onde seríamos mais felizes, em Paris ou em Belo Horizonte? Numa praia paradisíaca ou no clube do bairro? Numa mansão no Belvedere ou numa casinha num subúrbio?
O que responderíamos?
Eu devolveria a pergunta: com quem?
Nada contra Paris, praias paradisíacas ou mansões.
Mas todas elas perderiam metade da beleza e encanto se eu não estivesse cercada pelas pessoas certas.
Sem demagogia! Pensemos em nosso dia-a-dia ou em passeios já realizados! Os que mais nos alegraram foram aqueles cujas companhias eram encantadoras, que nos davam prazer com seu sorriso, bom humor, amor e carinho.
Determinados lugares, sempre lindos e prazerosos, perdem boa parte do encanto quando perdemos aqueles que ali nos acompanhavam.
Felizmente, qualquer lugar pode se tornar “o lugar” quando estamos com as companhias certas: aquelas que amamos e são razões de nossas alegrias.
Vamos escolher os acompanhantes. O lugar, seja qual for, se tornará “o lugar”!
Alda M S Santos

Porque escolhi viver

PORQUE ESCOLHI VIVER

Porque escolhi viver nem sempre serei sorrisos.

Viver implica aceitar um pacote de possibilidades.

Tantas vezes é meter a cara onde parecia arriscado.

É pegar o ônibus em movimento.

Acordar cedo, dormir tarde, nem dormir…

É enfrentar humores oscilantes, humanos vacilantes.

É chorar de dor de dente, de dor de amor, sofrer pela dor do outro.

É dormir orando de preocupação ou agradecimento.

É ter dias nublados e outros ensolarados.

É encharcar-se até a alma nas tempestades próprias.

Poderia ter escolhido me recolher, não me envolver, não participar.

Sentar na janela e só observar a paisagem…

Mas eu escolhi viver.

Por isso, sou assim

Multifacetada…

Ora lágrimas, ora sorrisos…

Ora prazer, ora saudade…

Nem sempre sorrisos

Mas quando eles existem…

Sua luz é capaz de gerar brilho por dias…

Porque escolhi viver…

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: