Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

SEDUÇÃO

SEDUÇÃO

A arte de algo ou alguém encantar
Atrair, enredar, fascinar
Usando os artifícios da beleza
Ou de uma atitude de valor e grandeza

Às vezes usa de recursos escusos
Pra conquistar, cometer abusos
Não é belo, machuca, é doloroso
Se não houver um caráter amoroso

No campo das vastas relações
A sedução envolve diversas emoções
Leveza e beleza dão a lenta sonoridade
É tênue a linha a separar encanto e vulgaridade

A sedução envolve uma química deliciosa
Essa é a de todas a mais valiosa
Onde não se nota quem seduz ou é seduzido
Encanto, magia, entrega, quase abduzidos

Alda M S Santos

Se um dia eu me perder

SE UM DIA EU ME PERDER
Se um dia eu me perder
Procure-me onde haja muito verde, muita mata, ar puro,
Se um dia eu me perder
Procure-me onde as águas sejam límpidas a refletir o céu,
Se um dia eu me perder
Procure-me num roseiral, em meio às borboletas azuis,
Se um dia eu me perder
Procure-me na alegria inocente de um grupo de crianças,
Se um dia eu me perder
Procure-me nos grãos de areia da praia ao pôr do sol,
Se um dia eu me perder,
E ainda assim não me encontrar,
Não busque em mim, olhe dentro de você,
Se me procuras, é porque me amou,
Se me amou de verdade, eu também te amei,
Certamente uma parte bonita de mim estará gravada em você,
Uma parte grande de você estará presa em mim,
E poderá levar-me a me encontrar…em você, em mim,
Comigo, com você!
Se um dia eu me perder de mim…
Alda M S Santos

Me leva

ME LEVA

Me leva com você para os caminhos que já trilhou
Para que possas me ensinar a ser feliz no conhecido
E a me alegrar com o que passou sem sofrimentos

Me leva com você por caminhos novos
Para que possas encantar-se junto a mim com novas descobertas
E fazer delas uma boa opção
Um rio de águas cristalinas a molhar os pés cansados

Me leva, melhor ainda,
Siga-me por caminhos que só eu conheço
Aqueles cujas trilhas marcadas por sulcos de sorrisos e lágrimas
Estão bem dentro de mim
Esperando por bons caminhantes

Me leva por qualquer caminho, qualquer um,
Havendo tristeza ou alegria, não pare!
Mas não me deixe na mão, não me desampare…

Me leva todos os dias, vida,
Com você poderei sempre aprender
Mas não me deixe ao léu
Ensina-me teus segredos
De continuar a existir
Quando tudo no entorno parecer ruir …

Me leva…

Alda M S Santos

Tudo que queremos

TUDO QUE QUEREMOS

Ora o coração quer passear na imaginação Deseja buscar prazer, emoção
Ora é a mente que comanda a ação
Nada de fantasia, prevalece a razão

Seres múltiplos que somos a pensar
O coração viaja, quer num bom lugar
Encontrar o amor para poder pousar
E ali para sempre ficar

A mente vai para frente e para trás
O que a gente quer é o que de bom ela traz
Do passado, futuro, presente, tanto faz
Ser feliz quero ser capaz

Alda M S Santos

Hoje rezei por você

HOJE REZEI POR VOCÊ

Hoje rezei por você

Como faço sempre há muito tempo
Pedi a Deus que o ilumine e proteja
Que não se deixe dominar por atitudes impensadas
Que não se entregue a vãs filosofias
Que honre sua história, seu passado
Que não decepcione os tantos filhos que de ti dependem

Hoje rezei por você

Pedi a Deus para não deixá-lo perder sua nobre grandeza
O espírito bondoso, solidário e camarada
A receptividade, o acolhimento, a capacidade de abraçar a todos
Ainda que não esteja tão bem

Hoje rezei por você

Sinto que anda precisando de orações mais do que nunca
Pedi a Deus para protegê-lo daqueles que querem te derrubar
Para mantê-lo na trajetória do bem
Para te entregar nas mãos daqueles que querem te fazer crescer
Sem ser preciso excluir ou retirar nada de ninguém

Hoje rezei por você

Porque quando você está bem
Eu também fico bem
E milhares de famílias ficam em paz e harmonia
Hoje rezei por você
Como faço há muito tempo
E continuarei para sempre a pedir a Deus
Que você, meu Brasil, não caia nas tentações do mal
Que resista e não se deixe abater ou dominar
Que esteja a salvo e proteja seus milhões de filhos brasileiros

Hoje rezei por você, Brasil que amo!

Alda M S Santos

Quero abraçar

QUERO ABRAÇAR

Quero de novo poder abraçar
Não um abraço virtual ou só com o olhar
Daqueles com medo de contagiar
Ao contrário,  quero sim propagar
A alegria, o sorriso, a fé
Num contato que possa amenizar
O desejo de ser e fazer morada
Para um alguém cuja alma está calada
Quero de novo poder abraçar
Com tudo que um abraço é capaz de levar
A esperança em dias menos nebulosos
A certeza de ser querido, ter abrigo
Um colo quentinho, um amigo
Fazendo valer nossa humanidade
Sempre em busca da felicidade
Quero de novo poder abraçar, dançar
Um abraço que envolva mais que braços
Um carinho que conecte mais que corpos
Que acenda a luz, ilumine a escuridão
Que interligue almas, aperte laços
Quero de novo poder abraçar…

Alda M S Santos

Atalhos

ATALHOS

Buscamos muito por atalhos
Por caminhos mais rápidos
Sem saber que tantas vezes
A longa estrada é que faz viver
Nos atalhos queimamos etapas
Não aspiramos as flores que perfumam
Não ouvimos o cantar dos pássaros
Não amamos sob as estrelas que iluminam
Não recebemos o sol que nos aquece
Ou a brisa cálida que nos enternece
Queremos chegar logo, atalhar
Para o objetivo logo alcançar
Não quero mais atalhos!
Quero trilhar o caminho mais longo
O destino final todos sabemos
Urge aproveitar os beijos e o dar-se as mãos
Abraçar a vida que se apresenta nessa estrada
Entre a aurora e o anoitecer
Quero mesmo é poder viver
Acolhendo tudo com prazer
Lágrimas, sorrisos, beijos, flores
A doçura da vida, dos amores
Não quero atalhos!

Alda M S Santos

Onde mais aprendes

ONDE MAIS APRENDES

Nos desertos ressequidos que atravessas
Na pele fina pelo sol castigada
Nos olhos irritadiços que poupas
Na alma de cansaço fustigada

É onde mais aprendes…

Nas negativas que recebes
Na busca incessante por descanso, por uma rede
Na chuva que não irriga seu solo interior
Nos oásis que não satisfazem sua sede

É onde mais aprendes…

Nas batalhas que já não queres lutar
No propósito de, ainda assim, seguir em frente
Nos medos que precisas enfrentar
Para com a vida não ser descrente

É onde mais aprendes…

Nas lembranças de tempos difíceis
Na força que te fez valente
Nas lutas que enfrentou, sobreviveu
No amor que se fez presente

Foi onde mais aprendeste…

Alda M S Santos

O que me move?

O QUE ME MOVE?

O que me move, que não me deixa estacionar
Que me leva para outros lugares, me faz caminhar
O que me move, me faz estrelas alcançar
E num céu de anil poder voar?

O que me move, me embaralha a visão
Que faz bater mais forte o coração
O que me move, me acorda nos sonhos
Em busca de sua realização?

O que me move em direção ao infinito
Que me faz crer num mundo mais bonito
O que me move me instiga a crescer
Enfrentando a dor e o padecer?

O que me move é aquilo que me dá prazer
Que me faz ser mais gente
Gente que gosta de gente
Que quer ser feliz, fazendo mais gente contente

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: