Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Categoria

bênçãos

Mais um presente!

MAIS UM PRESENTE!

Escrever um livro,

Plantar uma árvore

Criar um filho

Acho que estou bem encaminhada

Já fiz os três…

Mas não estou pronta para ir embora

Quero ver os frutos de cada um

Do livro escrito com prazer

Da árvore cuidada com carinho

Dos filhos, razão do meu viver…

Mais um Engenheiro, agora são dois

E com selo de qualidade UFMG, que é inquestionável

Motivo de orgulho e admiração

E todo amor da família SANTOS

“Minha” contribuição para esse mundo cão

Que sua dedicação gere bons frutos, meu filho

Parabéns! Felicidades! Te amo!

Mamãe

Alda M S Santos

Coleções

COLEÇÕES

Há coleções de todo tipo

De figurinhas, de selos, de joias

De carros, de jogos, de souvenir

De roupas, calçados, discos e livros

Há até quem colecione pessoas

Coleções para diversão, para exibição

Há coleções menos “concretas”

Coleções de sorrisos, de lembranças, de lágrimas

De delicadezas, de cores e perfumes

Há coleções de olhares, de poemas, de fotografias

Há coleções para serem exibidas

Há coleções para serem guardadas e protegidas no coração

Aquelas nos fazem “grandes” perante o outro

Estas nos fazem grandes perante nós mesmos…

Alda M S Santos

Sempre em busca

SEMPRE EM BUSCA

Viver é estar sempre em busca

Ainda que não se saiba exatamente de quê

Mesmo que todos o vejam como preenchido

Aquele a quem nada falta

Por mais que sinta gratidão à vida

A tudo que foi permitido ter, ao que aprendeu a ser

Aquilo que foi conquistado, mantido, até mesmo aquilo que foi perdido

Aquilo que te fez o que hoje é

Tudo só foi e é possível por ter estado sempre em busca

Por nunca ter desistido ou estacionado na aparente completude

Só você sabe os motores que te movem

As necessidades que te (des)orientam, seus medos

Só você sabe seu tempos, suas urgências, suas carências

Ainda que não sejam verbalizadas ou compreendidas

São elas que te mantêm sempre em busca

São elas que dão a aparência de alguém a quem nada falta

Apesar de toda sua inquietude…

Todos veem “tudo” que você tem

São suas buscas e lutas que nem todos veem

Quem está vivo está sempre a buscar…

Alda M S Santos

Namastê

NAMASTÊ

O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você

E quando isso ocorre só coisas boas podem acontecer

O belo que existe em mim saúda o belo que existe em você

Minha essência humana saúda sua essência humana

Minha porção divina saúda sua porção divina

A partir daí somos imbatíveis, invencíveis

Porque ao acionarmos o bem que há em cada um de nós

Não sobra espaço para o mal, o negativo fica sem lugar

As sombras não causam medo, os monstros não atemorizam

A escuridão é iluminada pela luz

Aquela que, mesmo escondida, mora dentro de mim, dentro de você

Basta acender!

Namastê!

Alda M S Santos

Sorrindo vai chorar

SORRINDO VAI CHORAR

“Um dia a areia branca seus pés irão tocar”

Te farão lembrar que nem tudo na vida é dureza

Que a alegria pode estar em apenas poder caminhar

Numa areia macia, refrescante

Sentir o vento nos cabelos, a brisa que arrepia a pele

Que desperta boas sensações

“E vai molhar seus cabelos a água azul do mar”

Você irá correr feito criança sapeca

Chutar água, mergulhar, saltar ondas

Irá lavar-se de toda negatividade

Purificar a alma, guardar apenas o que é bom

Buscar um abraço que acalenta, que arrepia

“E ao se sentir em casa sorrindo vai chorar”

E vai querer ficar…

Alda M S Santos

 

Inalcançáveis

INALCANÇÁVEIS

Sabe aquele ditado “ver com os olhos e lamber com a testa”?

Uma gaivota voa alto no céu, um barco navega longe no mar

E eu aqui a sonhar…

Nossa vida é muito dividida entre o querer e o poder

Entre o querer, desejar, e ficar apenas na vontade…

Entre o querer e o medo de se arriscar, se aventurar…

Há coisas possíveis e fáceis, coisas difíceis, mas possíveis,

As quase impossíveis e as inalcançáveis!

É como ter perto de nós um oceano convidativo e não saber nadar

Uma árvore frondosa e ter medo de escalar

Um céu gigantesco a explorar e não confiar nas próprias asas!

Mas isso não elimina o desejo de nadar, escalar, voar…

E continuamos a ver com os olhos e lamber com a testa…

Alda M S Santos

Um grande evento

UM GRANDE EVENTO

A vida se faz de pequenos grandes eventos

Da nossa habilidade de eternizar momentos

Gravá-los no disco rígido de nossa memória

Tatuá-los na pele delicada de nossa alma

E ativá-los a qualquer tempo

Uma caminhada tranquila num fim de tarde

Uma conversa no banco da praça admirando o por-do-sol

Um mergulho no mar de nossas emoções mornas, quentes, calmas ou agitadas

Um choro de alegria e alívio depois de fortes emoções

Um lanche no carrinho de cachorro-quente

Um piquenique à beira de uma cachoeira gelada

Um abraço de carinho e saudade de alguém amado

Daqueles que te levantam do chão nas pontas dos pés

Um “eu te amo”, tão verdadeiro e desejado

Um beijo quente, de amor, de entrega, de confiança

Uma “taquicardia” de prazer diante de alguém que é importante para nós

Uma bala trocada que adoça a boca do outro

Um jantar na grama sob o céu salpicado de estrelas

Sonhos, desejos e planos antecipando alegrias

Um filme abraçadinhos no tapete comendo pipocas com batom

Um simples sorriso, um cumprimento ou beijo soprado de longe que a tudo contagia

Uma vida repleta de pequenos grandes eventos

Grandes, maravilhosos e eternos eventos…

Alda M S Santos

Onde está teu tesouro?

ONDE ESTÁ O TEU TESOURO?

Busque todo o tempo suas relíquias

Procure em seu dia a dia o que lhe dá ânimo e disposição

Invista sempre naquilo que te dá força e coragem pra seguir

Preferencialmente, algo que envolva o outro, que espalhe amor

Encontre nesse agir o teu tesouro diário

Pois ali está o teu maior estímulo, o seu coração

Uma razão pela qual vale a pena viver

“Onde está o teu tesouro, ali também está teu coração”

Alda M S Santos

#carinhologos

Hoje, não!

HOJE, NÃO!

Hoje quero ver o lado bom das pessoas

Aquele que muitos preferem não ver

Não quero enxergar as falhas, os egoísmos, as covardias

Não, hoje não!

Hoje quero me alegrar com o sol que brilha

E possibilita nossa própria fotossíntese

Não quero reclamar do calor ou do frio, da chuva ou da seca

Não, hoje não!

Hoje quero me fixar nas saudades boas, nas risadas gostosas, no amor vivido

Não quero lembrar das decepções, dos medos, das ingratidões

Não, hoje não!

Hoje quero ser grata ao passado que me formou,

Ser ativa no presente que me mantém, esperançosa no futuro que me aguarda

Não quero ser daquelas que se enfurnam na tristeza e se afogam nas próprias mágoas

Enquanto buscam culpados para o lago sujo que se forma a sua volta

Não, hoje não!

Hoje quero ser o bem, fazer o bem, levar alegria pelo caminho

Hoje quero fazer essa travessia mergulhada em sorrisos

Não quero esperar muito do mundo, apenas me doar e ser grata ao que vier

Não, hoje não quero reclamar de nada!

Hoje quero ser paz e fazer apenas um pedido

Todos os dias podem ser como hoje?

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: