NO MEIO DO RIO

Uma estrada, a volta para casa

No meio da estrada, uma ponte

Sob a ponte, um outro caminho…

No meio do caminho tinha um rio

No meio do rio tinha uma pedra

No meio da pedra e de toda essa beleza

Estava eu…

Encantada, embriagada com toda essa natureza

Nas águas mornas do rio, muitos peixinhos

Beliscando meus pés, fazendo cócegas, risinhos

Ai que vontade de mergulhar

De roupa e tudo ou como vim ao mundo…

Apenas àquela maravilha poder me entregar

Ser feliz, relaxar…

Uma estrada, uma ponte

Um caminho, um rio, uma pedra

E lá estava eu…

Tentando ser mais eu!

Alda M S Santos