É PRECISO PERMITIR-SE!

É preciso se permitir sorrir para o bem propagar, o bem atrair

Mas também é preciso se permitir chorar,

Para a tristeza extravasar, a alma lavar.

É preciso se permitir amar para a vida ser plena, o coração não ser pequeno,

Mas também é preciso se permitir não gostar, se afastar do que faz mal,

Para respeitar a si e ao outro.

É preciso ser permitir falar, dizer tudo que agrada ou incomoda,

Mas também é preciso se permitir calar, silenciar, segredar,

Para não magoar, não magoar-se!

É preciso se permitir ser o que é, viver a própria essência,

Mas também é preciso saber aceitar a essência dos outros.

É preciso se permitir viver,

Mas de um modo que não fira ou impossibilite a vida alheia.

É preciso permitir e permitir-se!

Alda M S Santos