Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

paixão

Uma paixão

UMA PAIXÃO
Escrevo sorrindo, escrevo chorando
Bem alerta ou meio em transe
Envolvida bastante na situação
Ou observando de fora uma emoção
Escrevo como ato de protesto ou indignação
Um grito de revolta ou rebelação
Ou um silêncio de frustração
Também em forma de oração
Quase sempre com muita satisfação
Ou pura expressão da gratidão
Escrevo para conversar com meus botões
Para dialogar também com o outro
Para tornar claro algo meio nebuloso
Para não me afogar em mim mesma
Em braçadas mergulho nesse mar gostoso
Em águas claras ou turvas da emoção
Minhas, do outro, da situação
Escrever é para mim revelação
Desde ontem, desde sempre, para sempre
Escrever é pura paixão…
Ser poeta é fazer da vida um constante ato de amor
De paz, luz, gratidão e reflexão …
Alda M S Santos

Amor e/ou paixão

AMOR E/OU PAIXÃO

Se há admiração, respeito, cuidado,

Se chega de mansinho, acha seu cantinho

E ali encontra aconchego e carinho

É amor!

Se arde, queima, é tensão, confusão

Se chega, invade espaços, derruba tudo

Desapropria moradores, bota fogo, deixa mudo

É paixão!

Paixão é desassossego, intensidade

É pular do trem em movimento, tormento

É insanidade!

Amor é sentar na janela, intimidade

Aproveitar a paisagem, doce sentimento

É cumplicidade!

Gostamos de ambos, juntos, mãos dadas é o paraíso

Um equilíbrio que faz incendiar a alma, rasgar sorriso

Paixão é fogo avassalador

Tantas vezes confundido com amor

Paixão é o ninho preparado

Para o amor receber, se desenvolver

E quando amadurece, fica meio de lado

Mas esse ninho será sempre revisitado…

Amor é luz, paixão é luz

A diferença está na intensidade

E na durabilidade do brilho e calor

Enquanto a luz no amor tende a aumentar com o tempo

A luz da paixão arrefece, é fogo brando, doce ardor

Amor é o que fica quando as labaredas cessam

Mas mantém o coração em paz e cheio de calor…

Alda M S Santos

Eu digo sim

EU DIGO SIM

Eu digo sim para o amor

Para o amor que seja amigo, que seja irmão

Não precisa saber ou ser tudo

Não almejo perfeição, ela não existe na fase terrena

Quase sempre é embromação

Espelho de reflexos retorcidos de nós mesmos

Além de ser impossível a retribuição

Eu digo sim para a o amor

Para o amor que celebre comigo a vida, entre sorrisos ou lágrimas

Com água ou Champagne, num cruzeiro pelo mundo ou numa casinha na montanha

Que valorize estar comigo

Eu digo sim para o amor

Para o amor que desperte sorrisos, que seja brincalhão

Que entenda lágrimas e silêncios

Que não seja 100% em tudo, mas que se dê 100% de corpo, alma e coração

Eu digo sim para o amor

Para o amor que abrace forte, que me tire o ar, sem me sufocar

Mas que me devolva o oxigênio quando o peito apertar

Eu digo sim para o amor

Para o amor que mate meus monstros, que acenda minha luz

E diga que tudo não passou de um pesadelo

Que me torne sua prioridade, e que se faça prioridade para me amar

Eu digo sim para o amor

Para o amor calor, para o amor tesão, para o amor paixão

Mas que saiba também ser carinho, doçura, afeto, aceitação

Que seja recíproco e não se envergonhe em expressar, seja de que modo for, o amor que carrega no coração

Eu digo sim para o amor

Para o amor vivido por inteiro, sem preocupação, sem afobação

Amor que saiba que caminhantes são mais importantes que caminhos

Aqueles que estarão por perto quando tudo for céu

Mas, sobretudo, não nos abandonarão quando a ponte da vida sofrer deterioração

E tiverem que ser nosso chão…

Eu digo sim para o amor!

Sim, por favor!

Alda M S Santos

Enamorar-se

ENAMORAR-SE

Enamorar-se quer dizer apaixonar-se, encantar-se ,

Algo sempre visto como positivo

Ainda que “encantado” seja alguém sob efeito de feitiço ou sortilégio, fora do real. 

Mas ninguém se importa…

Namorar é desejar, é participar, é querer estar junto…

“Namorar” pode ser fazer amor, mas, principalmente, é fazer do amor a mola da vida.

Ser namorado é bom, estar apaixonado é maravilhoso!

Novos olhares, novas sensações, boas expectativas…

Se elas se concretizam, perduram, tudo é belo, colorido e brilhante!

Bom mesmo é ser namorado por toda a vida…

Alda M S Santos 

Um amor leve

UM AMOR LEVE

Todos queremos um amor,

Mas não aquele amor pesado, que entristece, 

Que mais causa lágrimas que sorrisos.

Queremos um amor leve como as asas de uma gaivota,

Que flutue sobre os pesos e reveses,

Que pouse apenas onde queira. 

Que caminhem de mãos dadas na praça,

Que se lambuzem de pipocas e beijos no cinema,

Que corram juntos na praia, que se molhem na chuva,

Ou que se escondam abraçadinhos no mesmo guarda-chuva…

Um amor que entenda o olhar, frio ou quente, que nunca seja indiferente, 

Que dancem na sala, que festejem com champagne qualquer coisa e, de “pilequinho” caseiro, apaguem grudados no sofá.

Que dialoguem, que riam das próprias bobagens, que compartilhem silêncios tranquilos, 

Que troquem num beijo uma bala de hortelã, 

Que se aqueçam debaixo de um cobertor de lã.

Que joguem paciência, que se joguem nos abraços, 

Que leiam juntos, que escrevam poemas, ou sejam a própria poesia, a inspiração.

Que lavem juntos o banheiro, que se banhem juntos no chuveiro, 

Que o amor encha nosso dia, que não nos abandone nos sonhos,

E que aguarde nosso amanhecer pra dizer “bom dia, com você! 

Alda M S Santos

Quando tive saudades

QUANDO TIVE SAUDADES

Quando tive saudades, teu canto ficou mais harmônico e doce…
Quando tive saudades, teu cheiro foi mais forte e inebriante…
Quando tive saudades, teu gosto foi mais saboroso e suave.
Quando tive saudades, teu toque foi mais aveludado e macio.
Quando tive saudades, a beleza que emanas foi mais encantadora…
Quando tive saudades, com sentidos potencializados,
Eu a matei!
Alda M S Santos

Trocas

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: