Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

magia

Fada, fadinha

FADA, FADINHA

Fada, fadinha

Que faz da vida pura magia

E transforma dores em doces sabores

Quero te fazer um convite:

Quer ser minha fada madrinha?

Fada, fadinha

Que é doçura, sonho, encanto

Não quer me abraçar, cuidar de mim

E pra sempre enxugar meu pranto?

Fada, fadinha

Que é amizade, é bondade

Cura mal de todo tipo

Não quer aplacar essa saudade

Que vira e mexe me invade?

Fada, fadinha

Que tem poderes, asas, voo, imaginação

É luz, brilho, cor, é fantasia

Que tal juntar-se a mim

Com sua varinha de condão

E sermos juntas pura poesia?

Alda M S Santos

Ilha do desejo

ILHA DO DESEJO

Uma placa, uma mensagem, uma indicação

“Ilha do Desejo”

Que será que se faz ali?

É uma ilha sonhada, desejada

Uma ilha onde desejos são despertados

Ou uma ilha onde desejos são realizados?

Será um espaço mágico, especial

Que ao ser adentrado todos os desejos tornam-se reais?

E se houver desejos controversos

Em que a realização do meu se interpõe à realização do seu?

Quais critérios usados?

Os mais justos, os mais fortes,

Quais prevalecem?

Qual a fantasia, qual a magia?

Ilha do Desejo

Do meu, do seu, de quem?

Alda M S Santos

Bruxices

BRUXICES

Num caldeirão bem grande, com uma colher de pau

Tento fazer uma poção mágica

Que tenha poderes curativos e nos imunize de todo mal

Que nos livre de flagelos do corpo, mas sobretudo que acalme nossas dores e feridas da emoção

Começo adicionando um voo de águia a trazer liberdade

Lágrimas de mulher a garantir sensibilidade

Essência de rosa para acentuar a delicadeza

Um raio de sol e outro da lua para manter o respeito

Um trecho de uma oração silenciosa para assegurar a fé

O rugido de um leão para atrair a coragem

Uma estrela cadente para ativar os sonhos

Uma gota de orvalho para regar a esperança

Um abraço apertado para afastar os medos

Palavras doces para matar qualquer saudade

Uma lembrança de amor para elevar a autoestima

O brilho de um sorriso e a maciez de um beijo para cuidar do coração

Uma tempestade de boas ações para nunca deixar o amor morrer

Misture tudo, deixe aquecer e tome uma porção por dia

Junto ou pensando nas pessoas que ama e quer bem

A magia da vida se renova…

Aceita uma bruxice?

Afinal, uma bruxinha é uma fada que não aceitou ficar onde não era aceita…

Alda M S Santos

Ainda assim, é mágico

AINDA ASSIM, É MÁGICO

É mágico viver

Aspirando o verde brilhante da esperança que sempre brota

Ainda que esteja semeada no solo árido de outros corações

É mágico viver

Invadidos pelo bálsamo do amor que acalma o nosso interior

Ainda que precisemos enfrentar a acidez diária de uma alma ferida

É mágico viver

Mesmo escondidos atrás de barricadas do “tô nem aí”

Protegendo-nos de balas nada doces lançadas contra nós

É mágico viver

Colando cada pedacinho que se quebra, que matam em nós a cada decepção

Mesmo sabendo que colar não nos protegerá de novas trincas e cicatrizes

É mágico viver

Lendo os textos da vida, nossos, dos outros, tentando compreender seus contextos

Ainda que os pretextos ouvidos não se encaixem muito bem

É mágico viver

Fazendo de cada amanhecer um rio de novas oportunidades

Ainda que nosso sol se esqueça de brilhar e as sombras sejam assustadoras

É mágico viver

Buscando pintar no rosto e na alma uma história colorida, bonita e encantadora

Ainda que em nossa paleta falte cores primárias

E precisemos criar e ousar…

É mágico viver

Corajosamente, sabendo que a única certeza que temos é do morrer

E sendo, por isso mesmo, grandes palhaços do viver…

Ainda assim, é mágico viver!

Alda M S Santos

Poesia

POESIA

Dia Nacional da Poesia

Dia de todos nós…

Cada ser carrega em si a magia

O encanto, a beleza poética.

Em estado de dormência, de latência,

À espera dos “poetas” de plantão para despertá-la.

Uns a transformam em poemas.

Outros apenas vivem a poesia que encontram nos outros

Em forma de sorrisos, de carinhos, de abraços, de saudades,

De trabalho, de vida, de doces beijos e muito amor.

Desperte a poesia que há no outro,

Desperte a poesia que há em você!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: