Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

gentileza

Gentileza

GENTILEZA

Gentileza cai leve como gota de orvalho

Deposita-se suavemente no coração da gente

Mesmo quando se vai, a fragrância permanece

Na sensação boa que a dor amortece

Como se tivéssemos sido tocados por um anjo

Gentileza não custa nada a quem oferece

Mas pode significar o mundo para um alguém

Que talvez não tenha mais nada ou ninguém

Gentileza é alma nua, vestida apenas de amor

Que aprendeu no jardim da vida a delicadeza da flor

Gentileza é do caráter, mas pode ser aprendida

Certamente também deve ser ensinada

Vem das boas pessoas, das bem educadas

Daquelas que sabem o quanto é ruim

serem abandonadas

Ela quase sempre vem de um sorriso acompanhada

Por isso gentileza está associada à beleza

Aquela que se manifesta nas atitudes de firmeza

E só uma alma bela sente a grandeza

Já plantou, já ofereceu, já recebeu

Já se deixou tocar hoje pela gentileza?

Alda M S Santos

Não sai de moda

NÃO SAI DE MODA

Os jovens se divertem com os coroas que ainda “tiram retrato”

Que ficam gamadas por aquele pão

Que pegam um carango legal

Ou que levam aquele brotinho para a discoteca

Que balançam o esqueleto com a patota

Que não se encrespam com uma pinoia qualquer

Os jovens de hoje não fazem ginástica nem paqueram

Mas entendem de selfies, fotos, academias

Minas, novinhas, carrões e baladas

Pegam crush por alguém e ficam

Gostam mesmo é de causar

Mas bugado, lesado ou viajando

Qualquer boy, broto legal, parça ou véy, precisa tá ligado

Amor, respeito, honestidade e gentileza

Independente do vocábulo que se use

Arcaico ou moderno, ultrapassado, quadrado ou atual

Nunca saem de moda

É uma brasa, mora?

Pode crer, cê vai pirar, vai divar…

Tá ligado? Sacou?

Morô, bicho?

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: