GENTILEZA

Não é necessário tanta nobreza
Para mostrar um pouco sua natureza
Deixar sua humanidade falar por si
E espalhar um pouco de gentileza por aí

A vida carece de atos de amor, de carinho
Basta um olhar mais demorado
Para notar que em todo lugar
Sempre haverá um jeito de ajudar

Não precisa ter dinheiro, instrução
Basta um pouco de sentimento, emoção
Olhar além de si mesmo, ver o irmão
Oferecer a ele o que gostaria seu coração

Isso se chama gentileza
Um pouquinho de cada um
E a vida terá um bumerangue
De doçura, beleza, grandeza

Alda M S Santos