Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

Fantasia,

Poção mágica

POÇÃO MÁGICA

Quero fazer uma poção mágica
Que cure mal físico, mental, emocional
Que desperte amor adormecido
E nos proteja de todo vendaval

Quero fazer uma poção mágica
Que num simples abracadabra
Faça a flor desabrochar, perfumar
E aquele moço se apaixonar

Quero fazer uma poção mágica
Mesmo que precise no mar ingredientes buscar
Ou numa cachoeira gelada me banhar

Quero fazer uma poção mágica
Aprendo com bruxas e fadas seu poder de encantar
Para colocar de novo a Terra na órbita a girar

Alda M S Santos

Fantasia

FANTASIA

E se todo dia fosse Carnaval
E aquela fantasia bela, secreta
Pudesse sair da gaveta, afastar todo mal
E fazer nosso viver sempre especial?

Quem sabe uma deusa, uma fada
Um anjo, uma alma encantada
Pudesse atrair, hipnotizar, enfeitiçar
E nada de bom deixasse passar?

Quem sabe um amor declarado
Sob o intenso luar revelado
Nem precisaria samba ou marchinha
Se nunca por aqui ficasse sozinha

Nesse carnaval, qual sua fantasia?
No dia a dia, qual seu sonho, sua rebeldia?

Alda M S Santos

Pierrô, Arlequim ou Colombina?

PIERRÔ, ARLEQUIM OU COLOMBINA?

“Pierrô apaixonado que vivia só cantando…”

Vai Carnaval, vem Carnaval

E sempre serão encontrados

Pierrôs apaixonados, cantando ou chorando

Arlequins preguiçosos e malandros

Colombinas encantadoras, confusas e disputadas

Amores e desamores de teor teatral

Cenários tragicômicos, amores frustrados

Uma “peça” a nos pregar peças

Personagens que atravessam a linha do espaço e do tempo

Gênero, cultura, classes sociais

Histórias e releituras da mesma sátira social

O circo, o palhaço, a arte, a plateia

A vida imitando a arte

Ou a arte imitando a vida?

Rótulos quebrados ou reforçados

Amor não é só flor, é cego, é também dor

Palhaço não é só sorrisos ou alegrias

Cantar não imuniza contra qualquer dor

E, com toda certeza, Carnaval ou não

Vez ou outra, em algum momento da vida,

Não estamos a salvo, seremos tomados por um Pierrô, Arlequim ou Colombina

Independente se somos homem ou mulher

Palhaços somos, cantando ou chorando…

Alda M S Santos

Nem Papai Noel escapa!

NEM PAPAI NOEL ESCAPA!

Onde foi parar a fantasia?

Nem Papai Noel escapa da violência!

As balas acabam e Noel é apedrejado por crianças em vila em SP.

Tudo bem, Papai Noel é uma “mentira”, alguns dirão!

“Isso é apenas comércio”, outros completarão!

Mas quem nunca acreditou que atire a primeira pedra!

Ops! Não literal!

Triste realidade de nossas crianças!

Quem nunca foi feliz com essa fantasia?

É uma fase tão boa, tão inocente!

Acreditar que o bom velhinho poderia colocar presentes e guloseimas no sapatinho deixado na janela…

Uma boneca plástica pelada que fosse, um bambolê, um carrinho qualquer…

Acreditei por um bom tempo, meus filhos acreditaram…

E fico brava com quem tira esse direito de uma criança!

A realidade nua e crua bate às nossas portas tão cedo

Que um pouquinho de fantasia não faz mal a ninguém

Além de nos ensinar a fugir da realidade quando preciso!

Alda M S Santos

Imaginação

IMAGINAÇÃO
Imaginação…
Tantas vezes nos trai, nos leva para lugares perigosos ou indesejados
Porém, nos tira da mesmice, dá cor, brilho e mais vida às nossas vidas…
Crianças usam e abusam
Transformam um banho de mangueira na rua
No mais lindo mergulho em locais paradisíacos
Jovens que fogem de um ambiente seco e de desamor
Para o amor vibrante no fundo de sua imaginação
Inclusive com recursos alucinógenos
O que se torna falso e de retorno difícil
Adultos que se entregam à imaginação para suportar períodos de dificuldades
Alguns fazem dela sua profissão, e criam histórias.
Abrir mão da imaginação
É abrir mão da alegria
É viver num mundo cinzento
É perder a vitalidade
É envelhecer antes de amadurecer…
Só não vale ser totalmente dependente dela
E viver apenas num mundo irreal…
Alda M S Santos

Papai Noel existe?

PAPAI NOEL EXISTE?  

Ouvi uma discussão calorosa e acirrada sobre a fantasia das crianças em Papai Noel. 

Um lado afirmava que criança merece acreditar, que é prazeroso, fase única. 

O outro dizia que é comércio, que os pais trabalham para outros levarem o crédito, que é mentir e tal.

E a discussão seguia…

Pensei nos meus filhos, na alegria que ficavam fazendo cartinhas, aguardando o Papai Noel nas noites de Natal. Fantasia pura! 

Lembrei dos meus alunos que falavam que Papai Noel não podia dar tudo que a gente queria, “porque tem muitas crianças né, professora?”

Recordei de mim mesma contando os dias para o Natal, colocando o sapato debaixo da cama para Papai Noel trazer qualquer presente que eu amasse. 

Até hoje, pra mim, cheiro de brinquedo plástico lembra Natal. 

Por tudo isso, penso que é valioso manter a fantasia infantil. Elas terão a vida inteira para se ocupar da realidade, nem sempre doce, quase sempre dura. 

Além do mais, a fantasia é essencial ao desenvolvimento infantil. Possibilita maior confiança e cria bases mentais para enfrentar o mundo real. 

Condições financeiras precárias não são justificativa para tirar essa alegria da infância. Pelo preço de uma caixa de cerveja compra-se um brinquedo. 

Não temos o direito de tirar as levezas desse mundo, do mundo infantil.

E, o mais importante nisso tudo, é aliada à crença no Papai Noel, a criança saber que Natal é nascimento de Jesus, que os presentes representam apenas parte de uma vida de amor e carinho que Ele quer para nós. 

Papai Noel existe, sim!Enquanto houver uma criança a sorrir feliz ao pensar nele. 

Feliz Natal! O Menino Jesus vai nascer!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: