Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

cansaço

Ressaca

RESSACA

Quando a ressaca não é alcoólica

Aquela que passa com um café bem forte

Alimentação e muita hidratação

Quando a ressaca é de sentimentos e emoções

É de tristeza, frustrações e decepções

Quando o excesso é de descrença no viver

Impaciência, cansaço e desejo de adormecer

Como se cura essa ressaca?

Descansar, esperar, insistir, reabastecer

Só sei que não dá para esmorecer

Hidratação a gente não dispensa não

E a uma dose injetável de fé, acrescente disposição

Adicione boas amizades, amor, união, compaixão

E uma taça de vinho também é boa opção

E a vida terá novo alento, beleza, tesão…

Alda M S Santos

Impotência

IMPOTÊNCIA

Impotência diante de um mundo que parece girar tão rápido

Mas em tantas outras vezes parece tão estacionado

Impotência diante da dor do outro

Quando só nos cabe oferecer um abraço

Impotência diante de perdas irreversíveis

Quando só nos resta a dolorosa saudade

Impotência diante da esperança desbotada, sem cor

Quando falta tinta para pintá-la, renová-la, sem pudor

Impotência diante da própria inércia

Quando, cansados, quase desistimos

Quase caímos, quase entregamos os pontos

Quase…

Mas preferimos, como Fernando Sabino, fazer

“Da queda um passo de dança”

E seguir…

Alda M S Santos

Deliciosos paradoxos

DELICIOSOS PARADOXOS

O corpo tão “morto”, tão cansado, tão pesado

Que tem dificuldades para relaxar e descansar

Em contrapartida, a alma tão viva, tão leve, tão agradecida

Que quer curtir, relembrar mais um pouquinho os bons momentos

Assim funciona o ato de doar-se em prol de alguém

Fraternidade e generosidade renovam esperanças de um mundo melhor

Mais humano, menos violento, mais amoroso

Quem dá ou recebe já não se sabe, não se identifica

E não importa, todos ganham!

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: