Busca

vidaintensavida.com

poemas e reflexões da vida cotidiana

Tag

companhia

Quem cuida de mim?

QUEM CUIDA DE MIM?
Quem cuida de mim?
Há dias em que nos sentimos “abandonados”.
Cercados de pessoas, nos sentimos sós.
Queremos um abraço daqueles que têm mais que braços, mais que apertos, mais que calor.
Abraços com laços que enlacem nossa alma.
Abraços que digam “estou aqui para o que der e vier”.
Nada parece haver que justifique tal abandono.
Mas a sensação é persistente.
Buscamos na mente, no coração, na alma os “abraços” que queremos.
Uma oração, sempre bem vinda, sempre traz luz.
“Eu estarei contigo todos os dias até o fim
dos tempos”!
Sinto-me abraçada e protegida!
E o dia começa…
Alda M S Santos

É bom ter por perto

É BOM TER POR PERTO

É bom ter por perto

Quem nos deixa à vontade

Sabe nos despertar sorrisos

Sem qualquer falsidade

É bom ter por perto

Quem nos aceita como a gente é

Nos faz sentir fortes e seguros

Nos ouve e alimenta nossa fé

É bom ter por perto

Não apenas quem ri conosco

Mas aqueles que sabem ser brilho

Quando o mundo parece fosco

É bom ter por perto

Quem sofre quando a gente chora

Sabe ser abrigo, aconchego

E nunca foge, não vai embora

É bom ter por perto

Quem a gente ama, tem afeto

Mas bom mesmo, de verdade

É manter dentro do coração

Quem de nós não abre mão…

É bom ter por perto…

Alda M S Santos

Eu digo sim

EU DIGO SIM

Eu digo sim para o amor

Para o amor que seja amigo, que seja irmão

Não precisa saber ou ser tudo

Não almejo perfeição, ela não existe na fase terrena

Quase sempre é embromação

Espelho de reflexos retorcidos de nós mesmos

Além de ser impossível a retribuição

Eu digo sim para a o amor

Para o amor que celebre comigo a vida, entre sorrisos ou lágrimas

Com água ou Champagne, num cruzeiro pelo mundo ou numa casinha na montanha

Que valorize estar comigo

Eu digo sim para o amor

Para o amor que desperte sorrisos, que seja brincalhão

Que entenda lágrimas e silêncios

Que não seja 100% em tudo, mas que se dê 100% de corpo, alma e coração

Eu digo sim para o amor

Para o amor que abrace forte, que me tire o ar, sem me sufocar

Mas que me devolva o oxigênio quando o peito apertar

Eu digo sim para o amor

Para o amor que mate meus monstros, que acenda minha luz

E diga que tudo não passou de um pesadelo

Que me torne sua prioridade, e que se faça prioridade para me amar

Eu digo sim para o amor

Para o amor calor, para o amor tesão, para o amor paixão

Mas que saiba também ser carinho, doçura, afeto, aceitação

Que seja recíproco e não se envergonhe em expressar, seja de que modo for, o amor que carrega no coração

Eu digo sim para o amor

Para o amor vivido por inteiro, sem preocupação, sem afobação

Amor que saiba que caminhantes são mais importantes que caminhos

Aqueles que estarão por perto quando tudo for céu

Mas, sobretudo, não nos abandonarão quando a ponte da vida sofrer deterioração

E tiverem que ser nosso chão…

Eu digo sim para o amor!

Sim, por favor!

Alda M S Santos

A bola é minha!

A BOLA É MINHA!

Emburrado, saía pisando duro com a bola debaixo do braço

E voltava sozinho para casa

– A bola é minha!- dizia sentindo-se superior

Não podendo ser contrariado ou aborrecido

Sem saber perder o que quer que fosse

O garoto “riquinho”, dono da bola, não sabia ceder

Encerrava a brincadeira em que todos se divertiam juntos

Sem saber negociar, não percebia

Que ao apelar para o recurso do “dono do brinquedo”

Com o intuito de punir os companheiros, de mostrar quem mandava

Ele também se punia…

“Brincar sozinho não tem graça! “- concluía

Os outros, muitas vezes, substituíam a brincadeira e continuavam a se divertir…

Quanto mais cedo descobrirmos que mais vale saber brincar,

Aceitar os outros como são, com suas falhas e excessos

Que ser o dono da bola ou da verdade

Mais vamos aproveitar os bons momentos

Quanto antes percebermos que é mais divertido oferecer o que temos

Quando aceitamos o que os outros podem nos dar também

Mais amigos verdadeiros faremos

Mais felizes seremos…

Com a bola e com a vida, mesmo sendo os donos, não se brinca sozinhos…

Alda M S Santos

Melhor companhia do mundo

MELHOR COMPANHIA DO MUNDO
Viver é a habilidade de nos refazer sempre
Curtir cada momento, eternizando-os
Ou transformando-os em algo tolerável,
Que não nos machuque, não nos domine.
Viver é a capacidade de mergulhar em todos os sentimentos,
De neutralizar alguns, refazer outros, transformar outros tantos.
É manter-nos de pé, enquanto a roda da vida gira forte
Ou levantar, quando cair, mesmo que ainda tonto.
Viver é, principalmente, quando se está no chão, sofrido,
Ainda ser capaz de estender a mão e ajudar.
Viver é saber valorizar as companhias que se tem, todas elas,
Mas, essencialmente, estar acompanhado, ainda que só,
É encontrar em si mesmo a melhor companhia do mundo.
Alda M S Santos

Viajar

VIAJAR

Quer seja sobre duas ou quadro rodas

Sobre as águas, hélices ou turbinas

Ou nas asas da imaginação…

Não importa o meio de transporte, 

Importa que queiram estar com a gente

Que apreciem estar conosco,

Que valorizem e lutem para estarmos juntos. 

Família, amigos, amores…

O que todos queremos, 

O que todos precisamos…

É ir longe, bem longe…

Sem perder o próprio chão

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: